Resenha #142: Como se casar com um Marquês

Título: Como se casar com um Marquês
AutorJulia Quinn
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 320

Considerada “a rainha dos romances de época” pela Goodreads, os livros de Julia Quinn atingiram a marca de 10 milhões de exemplares vendidos no mundo.
"Julia Quinn é nossa Jane Austen contemporânea.” – Jill Barnett
Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho com o segundo volume da duologia Agentes da coroa: “Como se casar com um Marquês”, da maravilhosa Julia Quinn. Que tal saber um pouco sobre ele?



Em “Como se casar com um marquês” vamos conhecer a história de Elizabeth Hotckiss, ou melhor, Lizzie, uma jovem que assumiu para si a responsabilidade de cuidar de seus irmãos mais novos após a morte dos pais.

Eles podiam podiam não ser uma família típica - afinal, eram apenas os quatro, órfãos havia anos -, mas o clã dos Hotchkisses era especial. Elizabeth se comprometera a manter a família unica cinco anos antes e jurava que não seria um problema financeiro que os afastaria agora.

Apesar de seu esforço desmedido para que não falte nada para os irmãos, sua família está passando por apuros financeiros. Sem ter ninguém a quem recorrer, ela chega à conclusão que precisa se casar com um homem rico, o mais depressa possível.

Como em um passe de mágica, ela acaba encontrando na biblioteca de Lady Danbury, sua patroa, um livro intitulado “Como se casar com um marques”. Ela não tem esperanças de conseguir tanto, mas se o livro ajudaria a conquistar um Marquês, porque não funcionaria com um simples homem de posses e sem título, não é mesmo?

Lizzie resolve treinar as técnicas com o novo administrador de terras de Lady Danbury, James. O que ela sequer imagina é que aquele homem é nada mais, nada menos que o Marquês de Rivendale, ex agente da coroa e sobrinho de Lady Danbury está ali disfarçado para descobrir o autor de ameaças que vem sendo feitas a sua tia.

James, desconfiado da moça e intrigado pela relação da mesma com o curioso livro de regras, se oferece para ajudá-la a conseguir um marido. O que eles não esperavam era o que acabariam sentindo um pelo outro. Em meio ao segredo da identidade de James e os sentimentos e confusões que vão surgindo acabamos encontrando um romance incrível e envolvente que nos arranca muitos suspiros!



Esse é o tipo de livro leve, apaixonante e que te arrancará muitos suspiros. Julia Quinn, com sua escrita fluida, envolvente e extremamente viciante nos presenteia com uma trama repleta de personagens incríveis e divertidos.

Lizzie, nossa personagem principal, é uma garota com um coração enorme, que mesmo após todas as tragédias que se abateram em sua família, não deixou de querer sua família unida e de lutar para que o mesmo ocorresse. Determinada, sincera e extremamente desastrada, ela nos arranca muitos suspiros e passa a imagem de perseverança nessa trama.

James, por outro lado, é um homem que está acostumado a ser visto apenas por seu título e não como ser humano. Este teve uma infância difícil e deve os momentos felizes que viveu na mesma a Lady Danbury, a tia de gênio difícil, mas com um coração enorme.

Eles me encantaram e fizeram com que quisesse que ficassem juntos logo de cara. A química entre os dois é inegável e ver a forma como vão se conhecendo e gostando um do outro é extremamente fofo. Claro, com estes momentos fofos temos a falta de jeito de lizzie que sempre acaba rendendo momentos divertidos entre os dois – onde James acaba sempre se machucando rs e as regras esdrúxulas do livro que só criam situações embaraçosas e divertidas.

Lady Danbury, minha personagem favorita de Julia Quinn, só abrilhanta esse exemplar, deixando a história com um ar mais divertido com sua falta de papas na língua, sua bengala e com seu gato temperamental. Um livro com essa personagem não pode ser ruim, é impossível! Rs Essa senhora extremamente sincera sempre ganha meu coração ♥.

Outro momento forte no livro são as relações familiares bem construídas e cheias de amor. Já falei para vocês em outras resenhas mas repito, adoro momentos familiares simples, onde vemos a cumplicidade em seus membros e a amor, muito amor. Nesse livro temos cenas assim de sobra, o que o deixa ainda mais delicado e terno.

Além de tudo isso que já mencionei, ainda reencontramos personagens do livro anterior, que nos rendem a maior – e mais divertida – confusão da trama.

Bem, acho que deu para perceber o quanto amei esse livro e o quanto ele me ganhou, certo? Então me resta recomendá-lo a vocês, com a certeza de estar indicando um romance de época que vai aquecer seus corações.

Espero que tenham gostado da recomendação de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!



Quer saber mais sobre a série? Participar de um sorteio onde pode ganhar os livros dessa duologia? Confira o vídeo que postei no canal!


17 comentários:

  1. Eu preciso dessaa série! Amoo os livros da Julia. Ainda só tive a oportunidade de ler a série Os Bridgertons.

    ResponderExcluir
  2. Ola lindona eu amo a leveza da escrita da autora, essa capa está maravilhosa. Amei a sinopse, estou muito curiosa com esse livro e para saber o desfecho de nossa protagonista. Esse livro com certeza já está em minha lista de leitura para esse ano ainda. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu gosto muito dos romances de época da Julia, então esse já está na minha lista de desejados, ainda mais sabendo que tem a querida Lady Danbury. Achei a premissa interessantíssima e não vejo a hora de ler para ver essa mocinha tentando colocar em prática as indicações do manual.

    ResponderExcluir
  4. Espero ler logo este livro até porque solicitei ele e já li o primeiro. Quero ver como vai ser porque adorei o estilo de escrita e vamos ver como vai ser com James. Acho que a autora foi mais divertida nesta saga.

    ResponderExcluir
  5. Estou lendo a série Os Bridgertons e claro, estou apaixonada pela escrita da autora, então é certeza que lerei esta serie também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Coincidentemente, eu escrevi uma resenha para esse livro hoje, mas ainda não postei ;)
    Adorei poder rever os personagens do livro anterior e, como mesmo voce disse, foi responsavel pela parte mais divertida e atrapalhada da história rsrs... O que mais gostei nessa obra foi que os personagens foram ainda mais bem construídos e as relações familiares foram bem legais também.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Julia Quinn e seus livros que me fazem chorar por não ter dois emprego rsrs
    São duologias, séries e tudo mais para me fazer sofrer. Uma recomendação muito válida, espero em breve achar algum box dela em promoção.
    Adorei as fotos, ficaram lindas.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie, como vai?
    Eu tenho pouca experiência com as obras da Julia Quinn, então, quando embarquei nessa duologia, fiquei completamente rendida. Os dois livros são uma delícia! E, desde o primeiro livro, Como agarrar uma herdeira, eu tinha me apaixonado por James. A história me cativou demais, adorei o casal, os irmãos de Lizzie e, principalmente, da Lady Danbury, essa personagem é muito divertida.

    Linda resenha, assim como as fotos!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    AMEI sua resenha, quero muito conferir essa obra! Fiquei na dúvida pra saber se posso ler ele direto ou preciso ler algum outro dela antes! Amo esses romances que surgem de um acordo pra pessoa ficar com OUTRO e eles acabam se apaixonando, rs.

    ResponderExcluir
  10. Oie!

    Estou louca para realizar a leitura dessa nova série da autora, amo demais as histórias criadas pela Julia e com certeza no momento que eu colocar as minhas mãos nessa obra e no primeiro volume com certeza irei amar demais essas histórias como amo todas as outras da autora!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Eu tenho alguns livros da autora aqui em casa, mas ainda não li.
    Sempre vejo pessoas elogiando as obras dela e tenho muita curiosidade em conferir. Parece que depois que eu ler o primeiro livro da autora vou querer ler até a lista de mercado dela. Adoro!
    Eu também adoro obras que retratam momentos familiares comuns, acho aconchegante.
    Adorei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oii!!
    Nunca li nada da autora por conta de só ter encontrado séries gigantes dela disponíveis para ler rs.
    Gostei de saber da existência dessa Duologia, vou procurar para ler. Gostei da sua resenha, despertou minha curiosidade, até por que, achei os personagens bem interessantes e a Lizzie bem engraçada. Eu não sei se teria coragem de casar com alguém por dinheiro, nunca pensei nisso, mas no caso dela, conseguiu conciliar amor com o que ela estava precisando para ajudar a família naquele momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Polly,
    Sou a louca dos livros da Julia Quinn, mas ainda não conclui a leitura de todos os livros da série Os Bridgertons nem nenhum dos outros, mas minha mãe leu e se encantou completamente. Ela achou muito massa o relacionamento familiar presente nesse livro e me disse que preciso ler para tirar a prova, sua resenha me deu a mesma sensação.
    Ela está incrível.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  14. Já tinha lido algumas resenhas a respeito desse livro, mas nenhuma tinha me deixado tão instigada quando a sua, rs. Acredita que eu nunca li nadinha da autora?! Quem sabe agora eu começo por essa duologia. Enfim, adorei a resenha e a sua recomendação. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Sou uma eterna fã da Julia <3 já fiquei querendo ler este também. Adoro romances leves, fluídos e que arrancam suspiros. P.S: personagem desastrada? já me identifiquei hahaha certeza que vou gostar.

    ResponderExcluir
  16. Oi Polly! Tudo bem?
    E novamente o destino me dizendo para ler os livros da Julia Quinn e eu aqui cada vez mais curiosa para saber o porquê dela ser considerada a rainha dos romances de época. Será que vou gostar? Tomara que sim!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir