Resenha #186: As Elizas


Título: As Elizas
AutoraSara Shepard
Editora: Harper Collins
Nº de Páginas: 380
SARA SHEPARD, AUTORA DA SÉRIE BEST-SELLER PRETTY LITTLE LIARS, DEIXA SUA MARCA EM MAIS UMA HISTÓRIA COM UMA NARRATIVA HITCHCOCKIANA CHEIA DE MENTIRAS, MEMÓRIAS FALSAS E UMA PROTAGONISTA QUE PRECISA DESCOBRIR A VERDADE PARA SOBREVIVER. 
Quando a escritora estreante Eliza Fontaine é encontrada no fundo da piscina de um hotel, sua família acredita ter sido mais uma tentativa de suicídio fracassada. Mas Eliza jura que foi empurrada, e sua única testemunha é quem a salvou. Desesperada para encontrar o culpado, Eliza toma para si a investigação do caso. 
Mas, conforme a data de lançamento do seu primeiro livro se aproxima, ela se vê com mais perguntas do que respostas. Por que a editora, agente e a família estão misturando os acontecimentos de sua vida com os de seu livro? Ele não é totalmente ficcional?
Olá pessoal, tudo bom? Se vocês já leram ou assistiram Pretty Little Liars, ou até mesmo só ficaram sabendo da trama, já conhecem a fama de Sara Shepard de construir enredos surpreendentes e que dão um verdadeiro nó na cabeça do leitor! Em seu novo lançamento pela Harper Collins, a autora nos mostra que ainda consegue nos surpreender com um Thriller totalmente diferente. Que tal saber um pouco sobre As Elizas?
Talvez qualquer um de nós pudesse ser qualquer pessoa. Talvez isso só dependa das pessoas de quem nos cercamos. 
Quando Eliza Fontaine é encontrada no fundo de uma piscina de um resort, sua família acredita se tratar de uma nova tentativa de suicídio. Eliza tem um grande histórico de tentativas, o que faz com que a família sugira uma internação para que ela possa se cuidar.
_ Não! - grito, mas não faz diferença. Nem a enfermeira, nem ninguém, me ouve. Entendo eles concluírem que pulei. Meu histórico me compromete. Mas desta vez não entrei naquela água por vontade própria. Tenho certeza disso. Alguém queria me matar.
No entanto, Eliza jura que desta vez foi diferente. Apesar de não conseguir se lembrar da noite que ocasionaram os fatos, ela carrega consigo a convicção de que fora empurrada, apesar de sequer imaginar quem tentou mata-la. Para comprovar que está certa, ela precisará da ajuda do rapaz que a resgatou, no entanto, nada é tão fácil assim.

Em sua busca incansável por respostas, Eliza acaba com outra certeza: todos estão escondendo algo dela, algo grande e substancial.

Em meio à confusão emocional causada por uma suposta tentativa de assassinato e uma família disposta e esconder coisas, Eliza ainda tem que lidar com o enorme Hype que surgiu em torno de seu livro por causa da suposta tentativa de suicídio.

Mas o sucesso de seu livro é algo bom, certo? Não para sua família, que está disposta a não deixar que o mesmo seja lançado.

Em meio a um emaranhado de acontecimentos e sentimentos, em uma narrativa que alterna entre a história de Eliza e a escrita por ela – As Dots, acompanharemos a protagonista correndo contra o tempo para conseguir todas as respostas das quais precisa, enquanto tenta desvendar sua própria história.
Pensa em um thriller que de início pareceu confuso, mas que se mostrou uma leitura surpreendente, viciante e extremamente instigante.

Sara sabe conduzir a história e brincar com as certezas de seus leitores! Quando você acha que está captando o rumo que a história está tomando, ela nos mostra mais uma vez que sabe manter o suspense da trama, bagunçando nossas certezas e teorias. Fui feita de trouxa várias vezes ao decorrer do enredo e posso confessar? Adorei todas elas! Rs

Os personagens são humanos – repletos de falhas e qualidades – e complexos. Ninguém é preto no branco e você percebe que ninguém é tão digno assim de confiança, fazendo com que você confie desconfiando, o que eu gosto muito.

As histórias em paralelo – a que nos é contada e a que Eliza conta em seu livro – de início podem parecer insanas e confusas (ainda mais por acompanharmos tudo pelos olhos da protagonista, que está mais perdida que cego em tiroteio), no entanto, quando a história começa a tomar forma e fazer sentido, Sara nos presenteia com uma narrativa repleta de reviravoltas e revelações, que vão se unindo aos poucos até montar o quebra cabeça com todas as respostas que procuramos.

Na verdade, não todas. O final fica meio em aberto, mas de uma maneira bem construída, o que faz com que permaneçamos pensando no livro muito tempo depois, criando teorias. Por ser uma característica que amo nas obras da autora, achei simplesmente genial!

Por todo momento você se questionará sobre o que é real, o que não passa de ilusão e sobre os possíveis – ou impossíveis – elos entre realidade e ficção que as pessoas insistem em traçar e sobre a veracidade do que é apresentado. É sem dúvida um dos melhores Thrillers que li  este ano e por isso recomendo hoje a todos vocês! Vale a pena se perder em meio a loucura deste livro, vai por mim!

Espero que tenham gostado da indicação de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!

8 comentários:

  1. Antes...Tenho que falar, seu blog é muito fofo! Amei!rsrsrsrs

    Não conhecia o livro, é sempre bom conhecer opções literárias novas em resenhas, ajuda MUITO na hora de escolher, obrigada pela recomendação.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem? Já li algumas resenhas referentes a esse livro e só vejo coisas boas sobre o mesmo, ainda não tive tempo de ler esse livro pois estou dando prioridade as parcerias, mas já anotei essa dica, gostei muito da sua resenha, sua opinião foi sincera, e isso que me incentiva e me deixa curiosa em saber sobre o final da trama, parabéns, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Mano que trama doida, fiquei louca pra descobrir os segredos dela e quem empurrou ela, o negócio do livro só serve pra piorar o drama que ela vive né? Mano, que doideira! Adorei, quero muito ler!

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu nunca li um livro da Sara, mais como assistir pll eu já prevejo que esse livro vai ser maravilhoso, e essa premissa de Elisa ter tentado suicídio varias vezes e dessa vez ela jurar que alguém tentou mata-lá me chama ainda mais atenção dica anotada

    ResponderExcluir
  5. Olá.

    Gostei muito da sua resenha.
    O fato de você se questionar o que é real ou não me despertou muito interesse. Não sabia que o livro tratava de assuntos assim. Já quero ler!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  6. Oi Pollyanna.

    Não tem muito tempo que li este livro e também achei o desfecho meio aberto também, como é a primeira vez que leio um livro da autora, confesso que gostei bastante. Ainda mais porque o gênero tem me conquistado bastante. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi! Que delícia ler essa resenha! Amei a premissa desde o início e saber que a leitura te surpreendeu tanto me deixa animada pra ler também! Amo um bom suspense, e quando os autores conseguem sempre surpreender e pegar a gente de surpresa é muito bom! Quero muito saber o que aconteceu com Eliza, por que ela foi parar dentro daquela piscina e quem está por trás disso.. Amei a dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  8. Minha primeira surpresa, não sabia que esse livro se tratava de um triller, essa é a primeira resenha que leio sobre o livro e já tô querendo muito ter um dele para mim!!! Achei a história sensacional e com certeza terá muitas reviravoltas!

    ResponderExcluir