Resenha #211: Os tambores do Outono


Título: Outlander – Os tambores do Outono
AutoraDiana Gabaldon
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 880
Após tomar a difícil decisão de deixar a filha no século XX e viajar no tempo novamente para reencontrar seu grande amor, Claire Randall tem mais um desafio: criar raízes na América colonial do século XVIII ao lado de Jamie Fraser. Eles partem rumo à Carolina do Norte para achar um novo lar e contam com a ajuda de Jocasta Cameron, tia de Jamie e dona de uma propriedade na região.
Enquanto isso, em 1969, Brianna Randall se une a Roger Wakefield, professor de história e descendente do clã dos MacKenzie, para descobrir as respostas sobre as próprias origens e sobre Jamie, o pai biológico que nunca conheceu.
Em meio às buscas, ambos encontram indícios de um incêndio fatal envolvendo os pais de Brianna. Mas Roger não pode lhe contar isso, porque sabe que a namorada tentaria voltar no tempo para salvá-los. Por outro lado, Brianna também não compartilha sua descoberta, pois tem certeza de que Roger tentaria impedi-la.
Nesse livro emocionante, repleto de ação, intrigas e detalhes históricos, as barreiras do espaço e do tempo são postas à prova pelo amor de um casal e pela coragem de sua filha em mudar o destino.
Olá pessoal, tudo boom com vocês? Após um hiato carnavalesco, aqui estou eu de volta para falar de mais um livro de uma das minhas séries favoritas da vida! Bora conversar sobre Os tambores do outono, quarto livro da série Outlander, escrita por Diana Gabaldon?
ESTA RESENHA CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES

Em Os tambores do Outono acompanhamos Claire e Jamie construindo sua vida na Carolina do Norte, no século XVIII. Em meio a uma realidade totalmente diferente da que estão acostumados, eles terão que enfrentar desafios que vão desde a construção de seu próprio espaço, até o convívio com os índios que ali viviam e com quem não conseguem se comunicar tão claramente.

Quanto a Brianna, as coisas também não andam muito fáceis para ela no século XX. Além de lidar com a saudade da mãe, que voltou ao passado para encontrar o amor de sua vida, ela ainda terá que lidar com Roger, os sentimentos que nutre por ele e toda a insegurança que estes trazem. Ademais, Brianna descobrirá algo sobre o passado que fará com que tome uma decisão totalmente inesperada, deixando toda a trama ainda mais envolvente, angustiante e emocionante.
Não foi uma tarefa fácil terminar de ler Os tambores do outono. Passei meses para concluir a leitura e isto não se deu por não estar gostando do livro e sim pela densidade dos primeiros capítulos.

Acompanhar Jamie e Claire desbravando a América colonial do século XVIII nos trouxe uma grande carga histórica, o que foi fascinante de acompanhar. Ver como tudo começou a surgir por ali, os conflitos com os índios que lá habitavam, a forma como a escravidão era tratada, as questões sociais, tudo isso é mostrado de forma muito clara na narrativa de Diana, o que algumas vezes fazia com que a narrativa não fluísse tanto.

Quando entendi que ao contrário dos outros livros, este precisava sim ser mais descritivo e historicamente embasado, fui lendo aos poucos, no meu ritmo e pude aproveitar ao máximo esta história tão envolvente e rica em detalhes.

Aqui, além do amor de Jamie e Claire, que só vai amadurecendo e aumentando com o tempo, ainda temos um pouco mais sobre o Jovem Ian, Fergus, Marsalli e claro, sobre Brianna e Roger.

A história dos dois no futuro é mostrada em paralelo com os acontecimentos vividos no passado e tenho que confessar para vocês que por diversas vezes eu, que tinha ficado encantada com Roger, desenvolvi um ranço tremendo dele, além de ter vontade de dar uns bons socos no personagem. Só espero, de coração, que ele melhore nos próximos livros.

Quanto a Brianna, que personagem fascinante! Que amadurecimento! Ela foi a personagem que mais apresentou evolução ao longo da trama e ver tudo pelo que ela passou e toda força com a qual ela enfrentou as adversidades é fascinante. Eu terminei este livro encantada com ela e louca para vê-la em meio ao núcleo que se encontra no fim do livro.

Os demais personagens também são muito bem desenvolvidos, entre eles o Ian, que protagoniza também cenas emocionantes, onde nos mostra toda a sua coragem e o coração puro que tem. Este foi um dos personagens que mais me arrancou sorrisos e lágrimas, sendo impossível ler este volume e não se apaixonar mais por ele.

Ademais, temos ainda a aparição de outros personagens dos livros anteriores, que só fazem deixar a trama ainda mais emocionante.

Portanto, se você já iniciou a leitura desta série, este é um exemplar indispensável de ser lido, visto que é sem sombra de dúvidas o livro com a maior carga emocional e familiar de toda a série.
A QUARTA TEMPORADA

Se existe série histórica mais perfeita eu desconheço! Esta foi daquelas temporadas que você fica extremamente ansioso pelo próximo episódio, desejando ver mais sobre a sociedade da época e sobre nossos amados personagens. No entanto, como sempre a adaptação teve seus prós e contras.

Os prós desta temporada foram muitos, não vou negar. O ritmo como a obra foi adaptada foi um ponto superpositivo, visto que o livro tem algumas passagens um pouco mais arrastadas. Outro ponto que adorei foi a inserção de personagens que já não estão mais nos livros (e que rendeu reencontros MUITO emocionantes), bem como outros conflitos para tornar o enredo mais dinâmico.  Com isso, a ação e o drama ficaram na medida certa, fazendo o telespectador se apaixonar ainda mais pela história de Jamie e Claire.

O ponto negativo – e que me deixou MUITO triste – foi  o último episódio. Eles simplesmente cortaram a cena mais bonita e emocionante do livro, o que me deixou extremamente chateada. Não é que o episódio tenha sido ruim, mas não foi perfeito como poderia ter sido.

No mais, a temporada toda foi só perfeição, mantendo boa parte da trama criada por Gabaldon, e reproduzindo-a com fidelidade.
Acho que deu para perceber o quanto amei esta quarta parte da história e como estou esperando ansiosamente para ler o próximo livro, certo? Rs Deixo aqui minha recomendação a vocês! Leiam os livros, assistam a série e se apaixonem por Outlander, assim como eu! 

Espero que tenham gostado da resenha de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!

10 comentários:

  1. Apesar de eu ter uma paixão por livros grossos. Não consigo me atrair por essa serie. Nem a da televisão e nem os livros :(
    A história da Brianna e do Jamie é ótima, tem essas diferenças de séculos entre passado/presente..
    Achei legal ela lidar com algumas coisas no século XX, a gente tem um contraste bem grande.
    Vou tentar assistir a série, se eu gostar parto para os livros.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de tantas criticas positivas essa série não me chama atenção. Mas fico curiosa por saber que a história desse livro é envolvente e rica em detalhes, assim como o bom desenvolvimento dos personagens. Assim como não li nenhum livro eu não vi nenhum episódio da série, mas quem sabe um dia desses eu não de uma chance.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Lembro como se fosse hoje quando o primeiro livro dessa série foi lançado, e eu fiquei animadíssima para ler. Porém, com o passar do tempo, acabei adiando até que o meu interesse diminuísse muito. Entretanto, saber que no quarto livro da série a história continua ainda tão boa e envolvente me faz novamente me animar e querer ler. Acho que vou gostar muito das contextualizações históricas que você mencionou, mesmo que elas deixem o ritmo um pouco lento. Ótima resenha! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Minha história com Outlander já começou errada. Comecei a ver a série sem saber que tinha livro, quando fui olhar os livros desanimei total. A série é espetacular e fico feliz em saber que faz jus ao livro. Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem? Sou suspeita em dizer que eu amo demais Outlander, série de tv ou livros, conquistaram totalmente meu coração.. Aliás, haja coração!
    Quanta sofrência nessa série de livros e tv. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sempre ouço maravilhas sobre essa serie, tanto os livros quanto a adaptação... Morro de vontade de ler, porem sinto que esse não é o momento, pretendo ler em breve...

    ResponderExcluir
  7. Oi! Devo dizer que tenho um certo medo de iniciar a leitura dessa série. Além do medo do tamanho dos livros, que digamos que é muito grande, tenho muito medo de ficar um pouco perdida com tantos assuntos, e épocas diferentes, viagem no tempo e tudo mais. Não tenho vontade de assistir a adaptação por justamente preferir ler os livros primeiro. Li sua resenha, mas confesso que não entendi nada, porque não tenho noção nenhuma da história. Mas gostei de suas impressões.


    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  8. Eu li bem por cima a resenha, pois estou terminando o livro dois, que está um pouco chatinho. Que bom saber que as coisas ficam mais interessantes, kkkk. Estou ansiosa por chegar nessa leitura.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Meu desejo é ter toda essa coleção de livros e poder degustar um por um. Estou muito curioso em saber dessa trama na íntegra. Mesmo sem ter lido, já me tornei fã dessa série.

    ResponderExcluir