Resenha #217: Minha História


Título: Minha História
Autora: Michelle Obama
Editora: Objetiva (Companhia das Letras)
Nº de Páginas: 448
Um relato íntimo, poderoso e inspirador da ex-primeira-dama dos Estados Unidos.
Com uma vida repleta de realizações significativas, Michelle Obama se consolidou como uma das mulheres mais icônicas e cativantes de nosso tempo. Como primeira-dama dos Estados Unidos — a primeira afro-americana a ocupar essa posição —, ela ajudou a criar a mais acolhedora e inclusiva Casa Branca da história. Ao mesmo tempo, se posicionou como uma poderosa porta-voz das mulheres e meninas nos Estados Unidos e ao redor do mundo, mudando drasticamente a forma como as famílias levam suas vidas em busca de um modelo mais saudável e ativo, e se posicionando ao lado de seu marido durante os anos em que Obama presidiu os Estados Unidos em alguns dos momentos mais angustiantes da história do país. Ao longo do caminho, ela nos ensinou alguns passos de dança, arrasou no Carpool Karaoke e criou duas filhas responsáveis e centradas, apesar do impiedoso olhar da mídia.
Em suas memórias, um trabalho de profunda reflexão e com uma narrativa envolvente, Michelle Obama convida os leitores a conhecer seu mundo, recontando as experiências que a moldaram — da infância na região de South Side, em Chicago, e os seus anos como executiva tentando equilibrar as demandas da maternidade e do trabalho, ao período em que passou no endereço mais famoso do mundo. Com honestidade e uma inteligência aguçada, ela descreve seus triunfos e suas decepções, tanto públicas quanto privadas, e conta toda a sua história, conforme a viveu — em suas próprias palavras e em seus próprios termos. Reconfortante, sábio e revelador, Minha história traz um relato íntimo e singular, de uma mulher com alma e consistência que desafiou constantemente as expectativas — e cuja história nos inspira a fazer o mesmo.
 Olá pessoal, tudo bom com vocês? Se você acompanha o Entre Livros e Personagens há algum tempo, sabe que não sou muito de ler biografias. Posso contar nos dedos das mãos as que li nos últimos anos e digo mais, as que chamaram minha atenção e me deixaram curiosa foi um número menor ainda. Eis que a Companhia das Letras lança, pelo selo Objetiva, a biografia de ninguém mais, ninguém menos que Michelle Obama.  Me joguei na leitura sem pensar e hoje venho contar para vocês minhas impressões de leitura! Bora conferir?
Um relato íntimo, poderoso e inspirador da ex-primeira-dama dos Estados Unidos.
Admirei muito Michelle como primeira dama ao longo dos mandatos de Obama, no entanto, não conhecia praticamente nada de sua história ou trajetória. Para mim, ela era uma mulher forte que se recusou a desempenhar um papel passivo quando seu marido governava os Estados Unidos. Acompanhei seus programas, projetos sociais e as suas lutas por minorias. Isso tudo chamou muito minha atenção ao longo dos anos, mas, mal sabia eu que essa admiração só aumentaria ainda mais ao decorrer da leitura.
Sua história é algo que você tem, o que sempre terá. É algo para se orgulhar.
Aqui temos um relato mais íntimo onde Michelle nos apresenta fatos de toda sua vida, enquanto nos contextualiza historicamente. Da infância simples, vivida em Chicago, na região de South Side, onde cresceu junto de seus pais e irmão, que faziam de tudo para que ela tivesse o maior número de conquistas possível. Sua família não tinha uma vida de luxos e sempre priorizaram o investimento na educação dos filhos. 

Michelle sabia que como mulher e negra, ela teria que se esforçar três vezes mais que os outros para se destacar, para ver reconhecidos seus méritos. Foi assim, lutando e se esforçando sempre mais que ela construiu uma trajetória de conquistas acadêmicas e profissionais, nunca deixando que o medo a estagnasse em profissões ou situações que não deixassem que sempre buscasse aquilo que faria sentido para sua vida como profissional e ser humano.
Hoje em dia penso que essa é uma das perguntas mais inúteis que um adulto pode fazer a uma criança - O que você quer ser quando crescer? Como se crescer fosse algo finito. Como se a certa altura você se tornasse algo e ponto-final.
Acompanhamos Michelle conhecendo Obama, construindo uma família, se desdobrando em três, quatro algumas vezes, para ser mulher, mãe, profissional e esposa ao mesmo tempo. Vislumbramos a trajetória de uma mulher que mereceu cada uma de suas conquistas devido a garra e a força com que sempre encarou os desafios.

Se por um lado acompanhamos a vida de uma mulher guerreira, batalhadora, também vislumbramos a jornada de uma mulher comum, com suas inseguranças, anseios, medos e desejos para o futuro, traçando para nós uma visão de mulher real que muitas vezes não tínhamos ao encarar a ex-primeira-dama. Ao olharmos suas perdas, vitórias pessoais, a forma como seu relacionamento foi sendo construído aos poucos com respeito e cumplicidade, acabamos nos sentindo próximos da Michelle mulher.

Vemos o quanto as campanhas presidenciais foram difíceis para ela, desgastantes. Como os comentários ofensivos à sua imagem e maneira a machucavam.Como qualquer ser humano, aqueles comentários maldosos a marcaram, tornando-a um alvo sem que ela tivesse feito nada para merecê-lo.

E vem também toda sua luta tentando ser mais que mera coadjuvante de Obama quando o mesmo fora eleito. Ela decidiu que faria a diferença de alguma maneira e é inspirador ver como ela batalhou por aquilo que acreditava e tentou ajudar, ainda que limitadamente, muitas causas nas quais acreditava. Ela conquistou sua voz, mesmo sendo uma 'minoria' em um país preconceituoso e quando o fez, lutou para que outras pessoas também consideradas minorias, encontrassem sua voz e seu lugar na sociedade.
A lição era simples: A vida é curta e não deve ser desperdiçada. (...) Eu estava convencida de que tinha algo a mais para oferecer ao mundo.
Se essa biografia nos fala muito sobre a trajetória política de Obama e como a mesma afetou a família - positiva ou negativamente - aqui também temos lições importantes sobre família e como a mesma era administrada pelo casal. Ver a forma como Obama e ela tentaram preservar a criação das filhas, seus valores, mesmo dentro da Casa Branca, cercadas de todo luxo possível; como se mantiveram como família unida, mesmo diante das adversidades.

Dentre muitos temas, feitos políticos e um relato dos oito anos no governo, temos um vislumbre também das últimas eleições dos Estados Unidos e de como foram tensas para o ex presidente e sua esposa. É tangível o desconforto e o medo sentidos com a eleição de Trump, pondo em risco tudo o que vinham construindo, devido a seu discurso de ódio, preconceituoso, xenofóbico e suas atitudes tortas.
A lição era que, na vida, você controla o que pode.
Esta biografia é tão rica em conteúdo e lições que mal falei de algumas coisas que encontramos nela e ainda me falta muito para explorar, para que descubram através da leitura. A profundidade dos sentimentos de Michelle, sua sinceridade ao contar sua história deixa tudo muito mais humano, mais real.

Essa é uma daquelas biografias que inspiram, que fazem com que o leitor se sinta pronto para buscar seus objetivos, para conquistar seus sonhos. Aqui temos uma história de luta, resiliência, de força e empoderamento feminino. Uma história verídica, escrita com a maior franqueza possível, de uma mulher real,  que merece ser conhecida por suas próprias conquistas e história.
Tornar-se existe paciência e rigor em igual medida. Tornar-se é nunca desistir da ideia de que é necessário avançar.
Esta é uma biografia que deixa claro que nada cai do céu, que temos sim que batalhar muito por tudo aquilo que almejamos e acreditamos. Contratempos e adversidades sempre vão existir, basta saber se estes te impulsionarão a ser sempre melhor ou farão que se sinta derrotado.
Para mim, ter uma história não significa chegar a algum lugar ou alcançar algum objetivo. Entendo-a mais como um movimento adiante, um meio de evoluir, uma maneira de tentar, continuamente, ser uma pessoa melhor. É uma jornada sem fim.
Temos uma lição de que a luta é árdua, mas tudo é possível se você se dedica e batalha, sempre respeitando seus princípios e raízes. Este é um livro que me tocou muito, me inspirou de fato, do qual levarei lições para vida. Desta forma, recomendo-o hoje a vocês, com a consciência de que lê-lo será uma experiência engrandecedora.
Continuo conectada a uma força que é maior e mais poderosa do que qualquer eleição, qualquer dirigente ou qualquer noticiário: o otimismo. É uma forma de fé, um antídoto ao medo.
Espero que tenham gostado da resenha de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!

19 comentários:

  1. Maravilhosa! Tanto a resenha quanto o livro dessa mulher maravilhosa! Você escolheu trechos incríveis para nos dar um pouquinho do sabor do que deve ser um relato muito forte sobre a vida desta mulher. O crescimento enfrentando tantos preconceitos, as dificuldades e desafios de ser a mulher do presidente do país mais importante do mundo, e ainda assim não perder a magia de ser mulher, cheia de sonhos e planos, de ser mãe e de ser dona de si. Amei e queo ler já!


    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?

    Eu também não sou muito chegada a biografias, mas uma sobre a Michelle Obama eu leria com certeza, pois não sei muito sobre a história dela. Deve ser um relato bem forte e interessante.
    Obrigada por compartilhar, eu certamente vou ler.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Enquanto o Obama ainda era presidente, eu o admirava bastante quando passava na televisão, sempre via ele e a Michelle, da pra perceber que ela é uma mulher muito guerreira.
    Não tenho o hábito de ler livros biográficos, mas leria esse livro para conhecer com mais afinco a história dessa mulher incrível e de sua trajetória.

    ResponderExcluir
  4. Esse não é o tipo de livro que costumo ler, mas este está na minha lista de desejos. Acho que realmente essa mulher tem algo a nos oferecer. Quero ler e conferir os bastidores de sua vida e tudo que ela tem inspirar.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Uma ótima resenha a sua. Eu acredito que ela tenha passado por um processo muito cansativo como primeira-dama, tanto pelos ataques raciais, quanto pela posição dela mesmo. Mais acredito que no fim ela tenha gerado tantos frutos que valeu muito a pena.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Polly.
    Gostei muito da sua resenha, principalmente das suas reflexões.
    Não sou fã de biografias, mas imagino que a história dessa grande mulher seja incrível!
    Quem sabe também me animo como você!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Não sou fã de biografias, mas assim que essa lançou eu tive uma vontade fora do comum de querer conhecer um pouco mais, pois assim como você sempre a achei uma mulher forte. Realmente vi algumas pessoas falando que por mais que esse livro seja uma biografia pode sentir alguns anseios e receios que a Michelle teve ao longo da vida. Com toda certeza é um livro que eu quero fazer a leitura, pois quero muito conhecer um pouco mais sobre essa mulher maravilhosa.

    ResponderExcluir
  8. Eu não acompanho muito a política americana, mas sempre admirei a Michele por ela me passar a impressão de ser uma mulher forte e de bom coração. Lendo essa resenha pude perceber o ser humano maravilhosa que ela é.

    ResponderExcluir
  9. Oi, que bom saber que você curtiu a leitura dessa biografia. É impossível não admirar a Michelle, né?! A vida dela ficou sob os holofotes e ela sempre se mostrou uma inspiração. Já quero ler esse livro também.

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Também como você o gênero biografia não é muito do meu gosto, mas já li ou outra aqui e aculá e também são poucas as que eu gostei.
    Eu li uma outra resenha acerca do livro e o mesmo já está na minha lista de leitura.
    Michele acho que foi um exemplo de mulher para todas as mulheres que puderam ver um pouquinho da mesma eu acho e acho que um livro dela é mais que necessário para sabermos dessa mulher incrível.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterário.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ahh esse livro é muito bom!
    Eu amei conhecer mais da Michelle. Se antes já admirava, depois de conhecer boa parte da sua vida e de seus feitos passei a admirar ainda mais. Seja com ex-primeira dama, mãe, esposa e mulher, Michelle nos coloca pra refletir e foi impossível não terminar a leitura inspirada.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Já ouvi falar muito desse livro e só elogios, não sou muito fã de biografias, mas fiquei curiosa em ler essa. Gostei das fotos dentro do livro também, bem originais, parabéns pela resenha foi bem sincera em suas palavras, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  13. Esse livro parece ser incrível! Eu não leio muitas biografias como você, mas essa parece ser de fato muito inspiradora. Michelle foi uma ótima primeira dama, que realmente usou sua voz para ajudar os outros e se mostrou mais do que "apenas a esposa do presidente". A história dela é incrível, dela e do Obama, e saber que o livro foi escrito com franqueza e que isso o deixou ainda mais humano e tocante, me anima mais a lê-lo.
    Ótima reenha
    Bjs
    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Eu também não curto ler biografias, nunca li uma, mas realmente não me interessa. Porém, essa parece ser incrível e fala de uma mulher que eu admiro muito. Acho que daria uma chance e leria essa. Adorei a resenha!
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Estou bem curioso para ler esse livro, pois sempre gostei dos Obama. Michelle sempre foi uma pessoa inteligente e elegante. Sem falar que curto muito ler biografias. Essa está na minha lista. E sua resenha confirmou que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  16. Oiii,

    Não sou de gostar muito de biografias, mas essa da Michele Obama eu leria com toda a certeza, pelo fato de toda a representatividade que uma primeira dama negra trouxe em um dos países mais racistas do mundo.
    Adorei a sua resenha.

    Beijinhos!!
    Paraíso Literário.

    ResponderExcluir
  17. Quando o livor foi lançado lá fora, eu só via essa capa em toda e qualquer conta literária do Instagram. Inclusive até as contas não literárias... por isso o interesse foi imediato. Ao ler suas impressões e saber que a leitura vale a pena, meu interesse só aumentou!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Polly,
    Também não sou fã de biografias, por isso não li nada do gênero. Michelle Obana deve ser uma mulher fascinante. Ela esteve ao lado de um dos políticos mais poderoso do mundo, ao mesmo tempo que cuidou da família e foi porta voz de muitas mulheres e negras. Fiquei curioso, mas não sei se vou vencer esse pré-conceito com as biografias. Valeu pela dica.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
  19. Olá, eu também não tenho costume de ler biografias, mas essa me deixou bem curiosa apesar de também não conhecer muito a fundo a historia da Michelle Obama pelos diversos comentários e matérias que li sobre ela parece ser realmente uma historia bem motivadora *-* Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir