Resenha #224: Esse Duque é meu


Título: Esse Duque é meu
AutoraEloísa James
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 317
Nas mãos de Eloisa James, autora de best-sellers do USA Today e The New York Times, os contos de fadas que amamos quando crianças assumem uma nova vida vibrante e sensual. 
Era uma vez, numa época não muito distante…
Para Olivia Lytton, seu noivado com o duque de Canterwick é mais uma maldição do que uma promessa de ser feliz para sempre. Pelo menos o título de nobreza dele ajudará sua irmã, Georgiana, a garantir o próprio noivado com o carrancudo – e lindo – Quin, o duque de Sconce, um par perfeito para ela em todos os sentidos.
Quer dizer, menos em um, porque Quin está apaixonado por Olivia. A curvilínea, teimosa e inconformista irmã gêmea de sua noiva desperta um desejo desconhecido nele. Mas Quin nunca coloca a paixão à frente da razão, e a razão lhe diz que Georgiana é a noiva perfeita.
Quando eles não conseguem resistir à paixão, correm o risco de colocar tudo a perder – o noivado de Olivia, a amizade dela com a irmã e o próprio amor dos dois.
Agora só há uma coisa capaz de salvá-los, e ela espera no quarto, onde um magnífico colchão guarda respostas transformadoras ao enigma mais romântico de todos.
No quinto livro da coleção Contos de Fadas, Eloisa James traz de volta à baila uma pergunta antiga: será que a perfeição tem alguma coisa a ver com o amor?
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje é dia de falar do último volume de mais uma série finalizada de romances de época, onde os livros eram inspirados em contos de fadas. Que tal conhecer minhas impressões sobre Esse Duque é meu, da Eloísa James?
Sempre que finalizo uma série de romance de época, eu sinto um aperto no coração. É difícil me despedir de séries que eu adoro e com esta em especial não foi diferente.

Entre altos e baixos nos volumes que compuseram esta série, eu estava super ansiosa para conferir Esse Duque é Meu, já que fiquei tão encantada com A torre do amor.

O livro chegou e mais que depressa eu comecei a devorá-lo! De cara já me deparei com Olívia Lytton, uma jovem sem papas na língua, dona de uma personalidade forte e que fora preparada desde o berço para se tornar uma Duquesa.

Isso aconteceu porque seu pai e o Duque de Canterwick, amigos de escola, combinaram que a primeira filha mulher de um e o filho homem do outro se casariam. Acontece que Olívia nasceu alguns minutos antes da irmã gêmea Georgiana e acabou ficando com o fardo.

Sim, ela considerava um fardo. O rapaz anos mais novo que ela não possuía beleza, qualquer traquejo social ou qualquer interesse na moça. Dançar com ele não era algo bom e conversar não era muito melhor. Apesar de tudo, Rupert tinha um bom coração e era por isso que Olívia não estava totalmente desesperada.

Aceitando seu futuro, ela acompanha a irmã Georgiana para tentar conquistar um Duque viúvo. O que ela realmente não esperava era se encantar pelo o possível futuro cunhado.

Quin é um homem forte, com traços ducais, extremamente inteligente e com um humor mordaz. Com um passado marcado por uma tragédia, o nobre, filho de uma mulher completamente ligada aos modos e convenções sociais, ele está disposto a se casar com uma mulher de modos perfeitos, escolhida por sua progenitora, até que se depara com Olívia.

A atração entre eles é instantânea. Quanto mais eles se conhecem, mais vão ficando intrigados um com o outro. Acabam se envolvendo mesmo sem querer. Render-se àquele sentimento poderia colocar em risco o destino que lhes fora reservado. Para Olívia podia ocasionar a perda da amizade da irmã, a pessoa que mais ama no mundo e que parece estar bem encantada com o Duque.

Seriam eles capazes de arriscar tudo por este sentimento? Ou cabe a cada um deles aceitar o destino que lhes fora preparado?
Esse é basicamente o enredo de Esse Duque é meu, um romance de época leve, envolvente, apaixonante e que faz questionamentos muito interessantes sobre padrões de beleza.

Olívia, nossa personagem, ao contrário das damas esguias, possui curvas, o que faz com que as mulheres a considerem acima do peso, sendo a visão dos homens não muito melhor.

Aqui, a autora trabalha uma linda mensagem de aceitação e de saber valorizar a nossa beleza, sem se preocupar com os padrões impostos. O amor próprio deve vir antes de tudo.
Claro que a autora trabalha a temática dentro de um romance simplesmente apaixonante! O mesmo não acontece de cara, já que nossos personagens só vão se encontrar mesmo lá por 20% do livro. 

Quando eles se encontram, sentem sim uma atração à primeira vista, no entanto, o amor mesmo vai surgindo aos poucos e nós, leitores, vamos nos apaixonando junto com eles.

Quin ajuda Olívia entender que ela é perfeita da maneira que é e ela ajuda Quin a superar seus medos e inseguranças, lhe dá forças para que ele se arrisque de novo, para que viva novas experiências. 

Todos os personagens apresentam um desenvolvimento e um crescimento na trama. Até mesmo os secundários, como Rupert, que foi inspirado em ninguém mais, ninguém menos que Forrest Gump.
Entre momentos engraçados, dramáticos e revoltantes (esses graças aos patriarcas deste livro), nos vamos acompanhando um romance que encanta, diverte, arranca suspiros. Não consegui largar o livro após começar, tamanha sua fluidez e nível de envolvimento, e quando percebi, já havia finalizado este romance e estava com um sorriso bobo no rosto e com o coração quentinho devido a história que acabara de ler.

Portanto, querido leitor, se você está procurando um romance de época envolvente, apaixonante, fluido, para aquecer o coração, te indico este livro sem nem pensar duas vezes. Deixe-se encantar também pela história de Olívia e Quin. Tenho certeza de que não vai se arrepender!

E é isso pessoal, espero que tenham gostado da dica de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!

8 comentários:

  1. Olá!

    O que eu acho mais interessante (e também engraçado) é a personagem se apaixonar justamente pelo futuro cunhado. Deixa aquela curiosidade para saber como irá se desenrolar o romance dos dois sendo que ela já está prometida a outra pessoa.
    Adorei sua resenha, estou louca para conhecer as histórias dessa autora!

    ResponderExcluir
  2. Essa coleção está crescendo cada vez mais. Gosto demais das resenhas desses livros, pois são sempre positivas e com certeza esse também já está fazendo muito sucesso. Ainda não li nada da série, mas com certeza pretendo.

    ResponderExcluir
  3. Eu desejo ler esta série faz tempo, mas até hoje não consegui adquiri-la. :( Nem na Black Friday e nem no Dia da Mulher (Saraiva não fez promoção, para minha tristeza), pois tive que dar prioridade para outros livros. Mas está na lista de séries desejadas! E vou ler em breve, se Deus quiser!

    Eu já torço por este casal, por serem protagonistas aparentemente fortes e que colocarão os sentimentos na frente das imposições da sociedade, vão lutar para ficarem juntos. Espero que a relação não abale o relacionamento entre as duas irmãs, que a Georgiana entenda que a Olívia não escolheu se apaixonar por ele, embora situações assim sejam bem complicadas.

    ResponderExcluir
  4. Pela sua resenha fiquei super empolgada para fazer essa leitura, achei super bacana a história trazer essa questão do amor próprio e fiquei curiosa para ver como o casal vai se acertar estando prometidos a outras pessoas.

    ResponderExcluir
  5. Aqui está uma série que a gente não precisa morrer pra esperar pelo próximo volume porque eu tenho a impressão que pisquei e já tinha um monte de livro da serie publicado... rs Ainda não comecei, mas é uma das que mais quero conferir inteirinha.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Sou apaixonada por romances de época, é terminar uma série é assim mesmo. Mas confesso que essa não me chama a atenção, não sei dizer, mas criei uma aversão a ela. Apesar da sua resenha super positiva, ainda não consigo ter vontade de ler esse é os demais livros da série, realmente não sei explicar.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler essa série! Fiquei muito curiosa para saber o que vai acontecer já que a protagonista se apaixona pelo futuro cunhado.

    ResponderExcluir