Resenha #226: A Dama mais desejada


Título: A Dama mais desejada
AutoraJulia Quinn; Eloísa James e Connie Brockway
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 271
Três das estrelas mais brilhantes dos romances de época convidam você para uma festa na casa de campo do ilustríssimo marquês de Finchley.
Hugh Dunne, o irresistível conde de Briarly, precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade.
A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra.
Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Hugh terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido.
Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança...
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Recentemente a Editora Arqueiro lançou  um romance de época pra lá de diferente! Ele foi escrito por três autoras diferentes, compondo uma mesma trama, e é repleto de histórias de amor que se entrelaçam. Que tal conferir quais foram minhas impressões de leitura?
Em A dama mais desejada teremos a história de Hugh Dunne, o Conde de Briarly. Ele não liga muito para as convenções sociais. Sua verdadeira paixão é lidar com cavalos, treiná-los da melhor maneira possível. No entanto, acontecimentos presentes acabam por assustá-lo, fazendo com que ele chegue à conclusão de que precisa de uma esposa e consequentemente de um herdeiro.

Para ajuda-lo em sua busca, sua irmã organiza um evento, convidando as mais elegantes e disputadas damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros.

Os mais diversos personagens surgem ao longo desta trama: a beldade da temporada Gwendolyn Pasmore; a sincera Katherine Peyton; a Viúva – e amiga de infância de Hugh – Lady Georgina Sorrell, dentre muitas outras figuras, incluindo até um herói de guerra.

O evento organizado para ajudar Hugh a encontrar a parceira ideal toma forma, no entanto, o cupido parece estar disposto a fazer um trabalho ainda maior nesta temporada, nos rendo divertidas e deliciosas histórias de amor.
Tirando o fato de ser um livro escrito pela Julia Quinn e Eloísa James, que são duas autoras que adoro, fiquei muito curiosa para conferir esse romance de época escrito por seis mãos. Nunca havia lido nada neste estilo, então a curiosidade era enorme. Claro, também queria muito conhecer o estilo de escrita de Connie Brockway, afinal, conhecer novas autoras de romance de época é sempre bom né? Rs

Comecei o livro pensando se conseguiria identificar onde estava a escrita de cada autora, no entanto, logo percebi que não precisaria de esforço algum: a editora informa quais foram às autoras que escreveram cada capítulo. Sinceramente, se não fosse por isso, eu não diria que a história tinha sido escrita por várias autoras, visto que a escrita foi envolvente, fluida e seguiu um mesmo estilo do início ao fim.

A trama tem como tema central a escolha de uma noiva para Hugh, no entanto, as autoras nos presenteiam com romances simultâneos, que acabam por desenrolar no final que já vislumbramos logo no início da trama.

Em meio a esses romances somos apresentados a Gwendolyn, uma beldade extremamente tímida que é julgada como antipática pelas outras moças da época por tal fato; Temos Katherine, que amou uma pessoa que seguiu outro rumo e se afastou dela, mesmo sem que ela entendesse o porquê e Lady Georgina, uma jovem viúva que não se envolveu com mais ninguém após a morte do marido e não tem qualquer pretensão de fazê-lo.

Por ser um romance de época composto de vários romances, acabei por sentir que das três mocinhas acima citadas, só conhecemos um pouco mais de Lady Georgina, uma personagem que tem uma carga mais dramática em sua vida.

Quanto as duas outras, elas são personagens divertidas, boas de se acompanhar, mas nada extraordinário.

Em relação aos mocinhos da trama, era de se esperar que conhecêssemos apenas Hugh, no entanto, também temos um vislumbre bem bacana da história do nosso herói de guerra, que foi outro personagem muito bacana de se conhecer.

Não estou dando muitos detalhes sobre os enredos e construção dos personagens devido ao tamanho das histórias paralelas desenvolvidas dentro da história principal. Como são curtas e sem muitos detalhes, eu posso acabar falando algo que vai estragar a experiência de leitura de vocês.
Falei, falei mas não disse praticamente nada. Vocês devem estar aí se perguntando: “Mas então Pollyanna, você recomenda esse livro”? E a resposta é sim, recomendo muito a leitura!

Foi um livro leve, divertido, com um pouco de drama, de insta love e com uma pitada de traumas do passado sendo superados, tudo na medida certa e de uma forma muito gostosa de se acompanhar. Aqui, querido leitor, temos três romances super fofos surgindo e cenas de um romance já existente e tudo isso pelo preço de um, romances estes que lhes farão suspirar e terminar a leitura com um sorriso bobo no rosto. É o tipo de romance de época mais que indicado para quando queremos uma leitura leve, despretensiosa, mas que ainda assim vai encher nossos corações de sentimentos bons.

Sendo assim, se este é o tipo de leitura que você vem procurando, deixo aqui minha recomendação, com a certeza de estar indicando um livro só amor para vocês. Mal posso esperar para conferir o segundo volume dessa duologia!

E bem pessoal, esta foi a indicação de hoje! Espero que tenham gostado! Não se esqueçam de comentar, ok?  Beijos e até o próximo post!

15 comentários:

  1. Eu achei essa capa tão delicada <3
    Mesmo não sendo fã do gênero (nem lembro quando foi a última vez que eu li algo com o tema), gostei da proposta pelo fato de ter outras perspectivas e entrelaçar com o enredo <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. É como você disse, um livre leve e que não impressiona tanto, mas que é muito agradável, geralmente quando a história não é tão grande é assim. E se é de época para mim já serve!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Polly.
    Li esse livro recentemente e adorei a ideia das autoras.
    Os casais são adoráveis e foi uma leitura super gostosa!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ahh esse livro está lindo, estou louca para ler esse romance escrito por essas autoras que gosto muito, ainda não conheço a escrita da Connie Brockway,mas quero conhecer. Estou com esse livro na lista de desejados e não vejo a hora de poder me envolver nesses romances lindos. Ansiosa!

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Engraçado, quando um livro é escrito por várias mãos e são contos, onde cada um cuida do seu, que é independente, até que eu me arrisco. Ms livros de romance assim, onde cada um escreve um capítulo da mesma história, eu já tenho minhas ressalvas, por não ter tido boas experiências anteriores. Mas se você diz que não dá para saber quem escreveu o quê, a não ser que a editora revele, já quer dizer que a química das autoras fluiu... =)
    Achei bem legal sua indicação. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  6. Que delicia de dica, com certeza já está na minha lista de desejo ... vai estar na mega compra que faço todo ano qnd a Amazon faz frete grátis kkkk amei suas impressões e com certeza vou amar ler cada página.
    Parabéns pela leitura, resenha, fotos e dicas!!!

    ResponderExcluir
  7. Conheço a escrita da Julia Quinn, mas ainda não li nada das outras autoras. A premissa é ótima e eu adoro un insta love em livros hahaha. E gostei de saber que tem traumas do passado que são superados. Já está na wishlist!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Que lindas suas fotos, é minucioso e bem detalhado. Eu ainda não li esse livro mas já ouvi muitos comentários referente a ele, e só coisas boas, são três autoras diferentes mas as histórias se encaixam acho isso maravilhoso. Romance é o que mais gosto de ler, então esse já está na minha lista kkk. Parabéns pela resenha fiquei curiosa sobre a trama, os personagens e as histórias paralelas de romances. Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    estou louca para ler esse livro, já conheço e amo a escrita da Julia Quinn e estou ansiosa para conhecer a das outras duas. Essa história parece ser um combo maravilhoso do que há de melhor em livros do gênero. Também será minha primeira experiência com uma trama escrita a seis mãos - e que mãos - onde se é possível acompanhar histórias paralelas que receberão tanta atenção quanto a principal.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não conheço as outras duas autoras, mas basta um livro ter o nome da Julia Quinn para eu já querer ler.kkkkkk... Sou muito fã da autora e realmente compro todo livro lançado dela aqui no Brasil. A parte ruim é que ainda não consegui dar conta de todos os livros.rs Mas um dia eu consigo!

    Gostei muito do fato dessa história ser escrita por três autoras e dos romances paralelos terem sua relevância, apesar de não serem tão bem elaborados quanto o romance principal do livro. Claro que vou torcer por todos os casais, mas fiquei muito curiosa em relação a Georgina, que é a viúva que não tem mais intenção de se envolver com ninguém. Já estou louca para ler este livro!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oi Polly.

    Mesmo lendo romance de época, ainda não conheço a escrita das autoras e sua resenha deixou com vontade de lê-lo. Vou adicionar na lista de desejado. Obrigada pela dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Ooi,
    Amei a dica!! Um livro com três grandes autoras e romances paralelos parece perfeito pra mim!! Coloquei direto na minha lista e espero poder conhecer essa história logo. Adorei que você comentou como o livro é leve e com pouco drama, parece uma ótima leitura para relaxar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu adorei esse enredo, acho legal o fato das tramas e os personagens irem se entrelaçando ao longo da escrita das autoras. Não vejo a hora do segundo livro ser lançada. A edição da Arqueiro está linda com esses tons de azul e lilás.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  14. Oi Poly,
    Amo romance de época, e esse já está na lista graças a sua capa delicada e linda, mas não tinha me atentado que era uma história escrita por 3 autoras. Amo loisa James, ainda não consegui acertar com a Julia, e a outra não conheço, mas como você mesma disse, é sempre bom conhecer novas autoras do gênero.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Mesmo amando o gênero esse livro em particular não me chamou muito a atenção, acho que o fato de várias pequenas histórias me passa a impressão de que nada é abordado com muita profundidade. De qualquer forma eu adorei essa inovação (pelo menos para mim) de um livro escrito por 3 autoras e no fim ter ficado bom. Vou anotar na minha lista e quem sabe um dia quando minha vida estiver mais calma eu leia. Adorei a resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir