Resenha #249: O Café da Praia


Título: O café da praia
AutoraLucy Diamond
EditoraArqueiro
Nº de Páginas: 336
Em uma praia paradisíaca, Evie Flynn tem a chance de começar do zero…
Evie sempre foi a ovelha negra da família: sonhadora e impulsiva, o oposto das irmãs mais velhas bem-sucedidas. Tentou fazer carreira como atriz, fotógrafa e cantora, mas nada deu muito certo. Às vezes, ao pular de um trabalho para outro, ela tem a sensação de que lhe falta um propósito.
Quando sua tia preferida morre em um acidente de carro, Evie recebe uma herança inesperada, um café na beira da praia na Cornualha. Empolgada com a oportunidade de mudar de vida, ela decide se mudar para lá, mas logo descobre que nem tudo são flores: os funcionários não são dos melhores e o local está caindo aos pedaços. Tudo bem diferente dos tempos em que passava as férias de verão com a tia.
Apesar das dificuldades, pela primeira vez Evie está determinada a ter sucesso. Ao lutar pelo café, ela busca secretamente dar um novo rumo à sua vida e, assim, pode acabar conquistando bem mais do que esperava no trabalho... e também no amor.
Olá pessoal, tudo bom? Não é novidade para nenhum de vocês que cada vez estou mais encantada com os romances de hoje da Editora Arqueiro, certo? Pois bem! Recentemente li O café da praia, da Lucy Diamond e foi meu primeiro contato com a escrita da autora! Que tal conferir minhas impressões de leitura?
 Evie sempre foi considerada a ovelha negra da família. Ela nunca gostou muito de seguir padrões e sempre foi atrás daquilo que lhe fazia feliz. Atualmente ela está em um relacionamento no qual se sente estagnada e sem perspectivas de mudar o rumo da sua vida.
Eu não me incomodava muito com o que eles pensavam. Com certeza era melhor ser especial, alguém que tinha sonhos e fazia coisas de modo diferente, do que ser uma, bem... uma ovelha anônima, comum, seguindo obedientemente o resto do rebanho, sem um só balido de discordância.
No entanto, o falecimento de uma tia querida pode mudar isso: ela lhe deixa de herança um café na beira da praia, Cornualha.

Acabo de passar o mais adorável fim de semana com você aqui na baía. Você me faz lembrar muito de mim na sua idade: cheia de vida e de sonhos, borbulhando energia e entusiasmo. Adoro suas visitas – você sempre parece estar no auge da felicidade e do relaxamento quando está junto do mar. Apesar disso, noto que não se sente realmente realizada, que ainda não encontrou o desejo do seu coração, a paz que vem com o puro e profundo contentamento.
Talvez você nunca leia esta carta – talvez a vida tome rumos inesperados para nós duas e minhas palavras percam o sentido. Mas gostaria de dizer aqui e agora, que, na eventualidade de minha morte prematura, estou deixando o café para você.

Apesar do conselho de todos para que venda o imóvel, ela não se sente confortável com isso. Ela sabia do carinho da tia por aquele lugar e também tem muitas lembranças dali.

Em um momento em que tudo parece fora do eixo, ela resolve tocar o café – mesmo sem experiência nenhuma – buscando dar um novo sentido a sua vida. O que ela não esperava era encontrar tudo aquilo que estava procurando e muito mais.

Gente, que livro mais amor! Sério, não teria como começar falando deste livro de maneira diferente, visto que me apaixonava cada vez mais por seu enredo e personagens a cada virar de páginas.

Evie é aquele tipo de protagonista que podia ser alguém de nosso convívio social. Ela é uma mulher incrível que se perdeu um pouco ao longo da vida por não saber qual rumo tomar ou qual era sua verdadeira vocação.

Acompanhá-la no café, se encontrando e se redescobrindo é maravilhoso! É impossível não torcer por ela, não desejar apoiá-la em meio aos temores e percalços e ter vontade de abraçar quando ela vai descobrindo sua força, sua essência.

Se a personagem principal é incrível, os personagens secundários não ficam atrás. Cada um deles é bem construído e vai dando um ar todo especial à trama. Destaco aqui os personagens da Cornualha, que se mostram extremamente especiais quando se deixaram conhecer.

Em relação ao romance, o mesmo existe na trama, mas não é seu foco. Ele acontece de uma forma despretensiosa, aos poucos e no seu tempo. Aqui nada é forçado ou ao acaso e isso foi outro ponto super positivo.

E como não podia deixar de ressaltar, o trabalho gráfico feito pela Editora Arqueiro também está lindo. A capa delicada, a diagramação caprichada, tudo só deixa o livro ainda mais apaixonante.

Portanto, se você procura um romance atual que trate da descoberta de si mesmo, de relações familiares, do poder da amizade, companheirismo, de encontrar o seu lugar no mundo e de se estender a mão para o outro em prol de uma comunidade, este é o seu livro.

Com personagens incríveis que levamos para vida, este é um excelente romance e é por isso que o recomendo hoje a todos vocês.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos!

8 comentários:

  1. Oie, acho que esse é um dos livros que mais quero ler.
    Tenho 3 livros dessa coleção fofa e O Café na Praia deve ser muito lindo mesmo. Ter praia, café tudo no mesmo livro! E claro, tu me deixou curiosa, pois amo personagens secundários, acho que eles dão vida a história, se eles são incriveis para mim super vale.

    ResponderExcluir
  2. Eu não gosto de ler romance romântico. Às vezes leio algumas autoras clássicas antigas... Mas, não é um gênero que me faça a cabeça.
    Sei que dona Arqueiro tem ARRASADO com essa coleção de romances de hoje. Os títulos são doces, as capas maravilhosas, e a curiosidade tem batido forte aqui! Acredita?
    Ainda mais quando recebo tanto estímulo por resenhas e fotos como as suas.
    Beijocas

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Essa série está fazendo muito sucesso e estou louca para conferir os enredos que devem ser aqueles que nos deixam caidinhos de amor. A série é longa, mas deve valer a pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!!!
    Toda vez que leio uma resenha sobre esse livro não tem como não me remeter a Mamma Mia e não me pergunte por quê pois até hoje não entendo a lógica do meu cérebro maluco??
    Eu acho essa história super fofinha e fiquei curiosa para saber como a protagonista cresce com o desenrolar da história.
    E essa capa é super amorzinho.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que post maravilhoso, primeiro porque é uma obra de uma editora que amo demais, segundo porque deve ser uma história incrível pelo que escreveu e também pela bela capa que possui. Estarei lendo em breve, pois a curiosidade está muito grande aqui.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Estou morrendo de curiosidade sobre esse livro! Eu cheguei a comprar, mas coloquei outras leituras na frente e agora ele está no meu kindle aguardando. rsrs
    Pela sua resenha, terei que colocar essa leitura na frente das demais, parece muito bom!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Eu realmente não conhecia o livro "O café da praia" e achei a capa bem bonita, quanto ao título ficou interessante. A sua resenha ficou bem legal, parece ser uma histórica incrível e fico contente que gostou da leitura. Dica anotada!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Já tinha lido uma resenha a respeito e foi positiva assim como a sua. Estou bem tentada em pular os livros e conferir esse projeto da Arqueiro. A premissa do livro me chamou muito atenção, pois é um tipo de leitura que me agrada muito. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir