Resenha #127: Um menino em um milhão

Título: Um menino em um milhão
Autora: Monica Wood
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 352


Quinn Porter é um guitarrista de meia-idade que nunca conseguiu deslanchar na carreira. Enquanto aguardava sua grande chance na música, foi um marido e pai ausente, e jamais conseguiu estabelecer um vínculo afetivo com o filho, uma criança obcecada pelo Livro dos Recordes e algumas peculiares coleções.
Quando o menino morre inesperadamente, alguém precisa substituí-lo em sua tarefa de escoteiro: as visitas semanais à astuta Ona Vitkus, uma centenária imigrante lituana.
Quinn assume então o compromisso do filho durante os sete sábados seguintes e tenta ajudar Ona a obter o recorde de Motorista Habilitada Mais Velha. Através do convívio com a idosa, ele descobre aos poucos o filho que nunca conheceu, um menino generoso, sempre disposto a escutar e transformar a vida da sua inusitada amiga. Juntos, os dois encontrarão na amizade uma nova razão para viver.
Um Menino em Um Milhão é um livro sensível, poético e bem-humorado, formado por corações partidos e aparentemente sem cura, mas unidos por um elo de impressionante devoção pessoal.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho falar de um livro super especial e extremamente delicado: Um menino em um milhão.




Havia algo errado com aquele menino, dando-lhe o aspecto de um visitante de outro tempo, de outro lugar.
Ele fazia com que ela se lembrasse do fascínio que um dia sentira pelas pessoas. Das múltiplas vidas que tinha vivido.


Um menino que morre de repente de uma doença silenciosa e praticamente indetectável. Um pai omisso que vai assumir as obrigações do garoto como escoteiro pelo tempo que faltava. Essa por si só já seria uma trama marcante, se não contasse ainda com uma senhora de 104 anos, que foi convencida a bater alguns recordes do guines pelo menino e claro, a essência deste segundo, que era uma criatura iluminada que o pai não teve tempo de conhecer.


Sua apreensão em ir até ali parecia acertada – o menino estava em toda parte. Quinn nunca quisera ter filhos. Tinha sido um pai estranho, constantemente ausente; e agora, após a morte do seu menino, não se via tomado pela paralisia congelante nem pela lucidez cristalina do luto, mas sentia seu coração pesar com um emaranhado de ironias lúgubres e tristes.

Este é o enredo que nos envolve nesta trama. Através de uma narrativa fluida, doce e repleta de questionamentos, acompanhamos Quinn Porter, um guitarrista de meia idade, cumprindo as últimas obrigações do filho de 11 anos que morreu de forma inesperada. O que ele não imaginava era que descobriria uma criança tão especial e inspiradora e nem que surgiria uma amizade entre ele e a senhora que o filho ajudava e que cativou, Ona Vitkus.

Mais uma vez Ona tinha à sua frente aquele menino estranho e adorável que pulava de alegria na sua cozinha. Uma alegria que não dava as caras por ali desde a morte de Louise. Uma alegria que talvez lhe desse motivação suficiente para viver mais duas décadas se preciso fosse.

Esta amizade que ultrapassa gerações, nos traz mensagens e reflexões sobre morte, família, separação, amor, perda, velhice, solidão, luto, sonhos e o mais importante, sobre vida. Essa história nos mostra o dom maravilhoso que recebemos e como devemos saber aproveitá-lo da melhor maneira possível.

Como Ona Vitkus, depois de tantos anos sozinha, havia se deixado arrastar por aquele redemoinho de amores e desamores, de mágoas e invejas, de faíscas e reconciliações fajutas? Ah, e como era patética aquela gente tão cheia de vontades confusas e interesses conflitantes, cega para o tiquetaquear irrefreável de suas respectivas vidinhas.

É uma leitura daquelas que te emociona, te prende e te faz refletir sobre muitas coisas de sua própria vida. Não são só os personagens que são tocados pela história deste menino em um milhão. Nós leitores também somos, enquanto acompanhamos a trajetória desses personagens únicos e com características extremamente reais. Repletos de qualidades e defeitos, estes poderiam claramente ser você, um amigo ou até eu mesma e isso é simplesmente fantástico.

Acredito que não possa mais falar nada sem estragar a experiência de leitura, então me resta parar por aqui indicando esta obra, que sem sombra de dúvidas, é uma ótima pedida.

Deixem-se tocar pela história de “Um menino em um milhão”, vocês não vão se arrepender! Mais que um livro para se ler, é um livro para se sentir e isso, sem sombra de dúvidas, é algo incrível.

Bem pessoal, é isso! Espero que tenham gostado dessa resenha um pouco diferente do que costumo fazer. Não deixem de comentar ok? Beijos e até o próximo post!


24 comentários:

  1. Olá
    Nao tenho dúvidas de que deve ser uma obra emocionante!! E claro que eu adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. É um título que já esta na minha lista de desejados, desde seu lançamento, e depois porque só leio bons comentários, assim como na sua resenha, que me deixou ainda mais motivada e instigada para conhecer essa trama, que parece ser bem envolvente, heim?! Acho que irei adorar e não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos!
    Boas leituras :)
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Já dá para perceber o quanto reflexiva e emocional é a obra.
    A trama é muito original , e fiquei bastante curioso para conhecer a história, gosto de enredos emotivos que podemos refletir em nossas vidas e certamente esse é uma belíssima obra que faz isso. Já adicionei à minha wishlist. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiii
    Nossa com a sinopse é tua resenha.me emocionei demais.
    Quero muito ler este livro a capa é a premissa me atrai bastante.
    Não conhecia está obra.mas já desejo e quero imediatamente fazer esta leitura .

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    A capa desse livro é lindíssima, e me chamou atençãp a diferença dos protagonistas, pq n é comum ler sobre personGens como você citou 💜

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Que livro maravilhoso hein?
    Gosto de histórias sensíveis e que acaba provocando a gente. Sem falar que te criança e sempre fico mais emocionada com isso. Certamente vai para a minha lista de prioridades de leitura.
    Sua resenha transpareceu muito de como você foi tocada.
    Adorei ler
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oiee Pollyanna ^^
    Primeiramente: eu estou doida para conhecer a Ona.
    E esse livro parece ser tão lindo, delicado, emocionante, fisgador de leitores...haha' um resenhista lá do blog leu e gostou bastante, e, além de você, sei de vários outros blogueiros que também adoraram. Estou doida para entrar nessa lista. As fotos ficaram muito lindas ^^
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Perdi as contas da quantidade de resenha desse livro que li nos últimos dias e detalhe todas igualmente positivas, isso é claro tem levado minha vontade de ler esse livro a niveis extremos. A trama realmente parece ser muito emocionante e a história em si deve trazer muito aprendizado, já vi que não vai ter jeito vou ter que ler esse livro tão breve o quanto for possível.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros com tramas simplórios mas que tem tudo pra nos tocar com suas mensagens, e esse livro parece ser desse tipo mesmo. Não conhecia o livro, mas já fiquei curiosa pra ler. A edição parece incrível, e a trama é bem diferente mesmo, me deixou curiosa pra saber como vai ser o desenrolar!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia essa obra, mas agora fiquei querendo ler. Gosto de obras que abordam os temas que esta aborda. Adoro, também, obras que foram feitas para serem​ sentidas e não apenas lidas. Você acaba de aumentar a minha lista de futuras leituras [rsrs]. Bexitus!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia essa obra e só pela sua resenha já pude perceber que eu iria me desfazer em lágrimas se eu o lesse.
    Sua resenha está bem cativante, mas não sei se estou apta a ler esse livro no momento por traumas que eu passei no ano passado... Pode ser que reabriria aquela porta, sabe?

    Mas por ser um livro lindo e que vale a pena, anotei a sua dica e quem sabe no futuro eu não o leia :D

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  11. Olá, a cada resenha que vejo esse livro parece ser ainda mais emocionante. Parecem tocantes essa amizade entre o garoto e a idosa, e depois vem o pai, finalmente conhecendo o seu filho, ainda que tardiamente, e conhecendo essa senhora. Com certeza quero ler.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu estou bem curiosa com essa obra por conta dessa narrativa emocionante que ela contém. Adorei poder conferir a sua resenha, acho que ficou ótima e evidenciou os melhores momentos do livro, como por exemplo a amizade entre o menino e a idosa. Dica super anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Que livro incrível, achei essa premissa tão diferente e parece ser uma história linda! O fato dos personagens serem tão diferentes e ainda assim terem um tipo de ligação é lindo, faz com que eles aprendam e o leitor entenda o lado bom das pessoas, com certeza lerei esse livro futuramente. Sua resenha também ficou ótima e a foto que tirou ficou linda!

    ResponderExcluir
  14. A cada resenha que leio, mais animada fico em ler o livro e ser mais uma das pessoas que ficaram encantada s com esta trama. Espero ler o mais rápido possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!! Esta é uma bela trama, eu particularmente gosto de drama em livros, é sempre estimulante e as vezes revelador, este enredo não parece ser diferente, gostei bastante da resenha! Bjs http://fonte-da-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Ainda não conhecia esse livro, então muito obrigada por me apresentar a ele. Da para perceber o quanto a leitura e sensível e emocionante pelo sua resenha. Com toda certeza é um livro que eu vou ler futuramente.

    Beijos e Sucesso

    ResponderExcluir
  17. Quando eu fui no encontro de livreiros e blogueiros da editora fiquei apaixonada pela história desse livro. O pessoal da editora falou dele com tanto amor que não tive como não me interessar por essa história. E agora que as resenhas estão saindo eu tenho certeza que tenho que lê-lo. Adoro histórias que me fazem refletir, sabe? E tenho certeza que vou me emocionar também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Comprei esse livro há pouco tempo e estou louca para ler, pois a premissa em muito me agrada. Não tenho dúvidas que é uma leitura emocionante e, principalmente, reflexiva.
    Fiquei muito contente que a leitura tenha te agradado e estou, particularmente, curiosa para saber o que acontece nessa trama.
    Espero me apaixonar e emocionar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Ainnn, eu amei sua resenha! Sério mesmo! Eu já havia lido uma resenha deste livro antes, mas a trama não havia ficado muito clara pra mim. Não tinha nem conseguido entender o que o pai tinha que fazer no lugar do filho.
    Mas você trouxe tanta clareza que me encantei com a trama e estou desejosa de realizar essa leitura, que parece incrível e emocionante. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?
    Eu estou louca para ler esse livro desde que a Arqueiro anunciou o lançamento e sua resenha confirmou todas as impressões positivas que eu tinha sobre ele. Parece ser uma leitura cheia de reflexões e ensinamentos, com uma escrita sensível e emocionante. Já estou prevendo que vou chorar kkkk
    Adorei sua resenha e a forma como você apresentou o livro. Fiquei muito feliz de ler suas impressões, e perceber o quanto você gostou da leitura me deixou ainda mais ansiosa para ler este livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Minha amiga já me falou tanto desse livro haha ela estava querendo comprar e desde que a Arqueiro anunciou o lançamento ela estava surtando, elogiando a capa e falando que com uma sinopse dessas o livro não podia ser ruim. Não é meu tipo de leitura preferida, acho que eu iria chorar muito, no entanto ela gosta e me deu uma ótima ideia de presente de aniversário.
    A história parece ser muito emocionante e eu amei a forma que você apresentou o livro, tenho certeza que ela vai amar o presente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Estou vendo ótimas resenhas sobre esse livro por aí, e ficando encantada cada vez mais de o como essa história parece ser tocante.
    Achei muito bonita a proposta do livro e toda emoção que ele parece trazer a partir de personagens tão peculiares e tão verdadeiros, com certeza eu iria me emocionar muito lendo

    ResponderExcluir
  23. Ooi,
    Confesso que não estava nem um pouco interessada pelo livro até agora, a capa não me encanta muito mas a sua resenha me deixou muito curiosa e com vontade de ler. Gosto de livros que nos ensinam, esse parece ser muito emocionante.

    Corujas de Bilioteca

    ResponderExcluir
  24. Eu curti bastante a escrita da autora e curti o enredo! Olha que foi difícil resenhar esse livro no meu blog, mas fiz de tudo e passei minha opinião. Fico feliz que tenha gostado, pois a doença do menino foi o que me deixou muito chocado e curti só ele, já a senhora nenhum pouco (risos).

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir