Resenha #175: A mulher na Janela


Título: A mulher na Janela
Autora: A. J. Finn
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 352
Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.
 Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje é dia de resenha aqui no blog e vamos falar sobre um livro que amei e que me fez de trouxa várias vezes! Rs Vamos conversar um pouquinho sobre ‘A mulher na janela’,  thriller de estreia do autor A. J. Finn?

Resenha #174: Antes da tempestade


Título: Antes da Tempestade
AutoraDinah Jefferies
Editora: Paralela
Nº de Páginas: 352
Para conhecer o amor verdadeiro é preciso ser arrasado por ele.” Rajputana, Índia, 1930. Desde a morte de seu marido, a jovem inglesa Eliza tem como única companhia sua câmera. Determinada a se firmar como fotógrafa profissional, ela acaba de aceitar um convite do governo britânico para se hospedar durante um ano no castelo da família real local. Sua missão: fotografar, para o acervo da Coroa inglesa, a vida no Estado principesco de Juraipore. Ao conhecer Jayant, irmão mais novo do marajá, Eliza embarca na aventura mais transformadora de sua vida. Acompanhada pelo príncipe rebelde e misterioso, ela conhecerá uma terra marcada por contrastes — com paisagens de beleza incomparável, cultura rica e vibrante e, ao mesmo tempo, a mais devastadora das misérias. Enquanto Eliza desperta Jayant para a pobreza que circunda o castelo, ele mostra a ela as injustiças do domínio britânico na Índia. Juntos, descobrem uma afinidade de alma e uma paixão arrebatadora. Mas a família real fará de tudo — até o impensável — para impedir a aproximação entre o nobre indiano e a viúva inglesa.
Olá, pessoal, tudo bom com vocês? Hoje apresento a resenha de Antes da Tempestade, esse livro que como o livro anterior ( O Perfume da folha de chá) me fisgou pela capa. A editora fez um grande e belíssimo trabalho gráfico nos dois livros e eu morro de amores por essas capas. Que tal saber um pouco mais sobre minha leitura?

Entre Livros e Séries #3: The Alienist


Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho conversar um pouco sobre um seriado que conclui recentemente e que simplesmente adorei! É uma série que tem ganhado repercussão, mas não tanta como merecia, tendo em vista que existem várias séries do mesmo gênero que são inferiores em questão de qualidade e que são tão faladas pro aí. Vamos conhecer um pouco sobre The Alienist?

Resenha #173: Mais forte que o sol


Título: Mais forte que o sol
AutoraJulia Quinn
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 288
Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.
Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento.
Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu.
Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro.
No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje é dia de resenha e o romance de época sobre o qual vou falar é dela, da rainha do gênero: Julia Quinn! O livro da vez é Mais forte que o sol, segundo da duologia Irmãs Lyndon. Que tal saber um pouco sobre esse livro apaixonante e conhecer minhas impressões de leitura?

Resenha #172: Procurando Gobi


Título: Procurando Gobi
AutoraDion Leonard
Editora: Harper Collins
Nº de Páginas: 256
Encontrando Gobi é o relato milagroso de Dion Leonard, um ultramaratonista que atravessa longos percursos com um cachorrinho vira-lata enquanto compete em uma corrida de 155 milhas através do deserto de Gobi na China. 
O adorável cãozinho, que mais tarde ganharia o nome de Gobi, provou que o que ele não tinha em tamanho, tinha de coração, enquanto seguia Dion, acompanhando-o por 77 milhas. Vendo a incrível determinação do animal, o objetivo principal de Dion já não era mais ganhar a corrida, mas, sim, garantir que sua amizade com Gobi continuasse forte bem após a linha de chegada.
Embora não tivesse cruzado a linha de chegada em primeiro, Dion sentiu que ganhara algo ainda maior - uma nova visão da vida e um novo amigo que ele planejava trazer para casa assim que possível. No entanto, antes que isso pudesse acontecer, Gobi desapareceu na grande cidade chinesa. Dion, com a ajuda de estranhos e da internet, começou a rastreá-la e se reuniu para sempre com o incrível animal que mudou sua vida e provou a ele e ao mundo que os milagres são possíveis.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho com uma resenha sobre outro livro que comecei a ler acreditando ser algo e na verdade tratava-se de um gênero distinto. Vamos saber um pouco sobre Procurando Gobi?