Resenha #209: Um marido de faz de conta


Título: Um marido de faz de conta
AutoraJulia Quinn
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 344
Enquanto você dormia…
Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira...
Eu disse a todos que era sua esposa
Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade.
Quem dera fosse verdade…
Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? A resenha de hoje é de um romance de época escrito por uma das minhas autoras favoritas da vida: Julia Quinn! Vamos saber um pouco sobre “Um Marido de faz de conta”, segundo volume da série “Os Rokesbys”?

Resenha #208: Juntos somos eternos


Título: Juntos Somos Eternos
AutorJeff Zentner
Editora: Seguinte
Nº de Páginas: 344
Jeff Zentner, autor de Dias de Despedida, traz outra história comovente sobre família, amizade e amor, com uma visão emocionante e ao mesmo tempo bem-humorada sobre a dura realidade de crescer em um ambiente conservador.
Dill não é um garoto popular na escola — e não é culpa dele. Depois de seu pai se envolver em um escândalo, o garoto se tornou alvo de piadas dos colegas e passou a ser evitado pela maioria das pessoas na cidadezinha onde mora. Felizmente, ele pode contar com seus melhores amigos, Travis e Lydia, que se sentem tão excluídos ali quanto ele. Assim que os três começam o último ano do ensino médio, mudar de vida parece um sonho cada vez mais distante para Dill. Enquanto Travis está feliz em continuar no interior e Lydia pretende fazer faculdade em uma cidade grande, Dill carrega o peso das dívidas que seu pai deixou para trás. Só que o futuro nem sempre segue nossos planos — e a vida de Dill, Travis e Lydia está prestes a mudar para sempre.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? A resenha de hoje é de um livro de Jeff Zentner, um autor que conheci ano passado e que fez com que me apaixonasse por sua escrita. Quando vi que a Seguinte lançaria este título, eu mais que depressa solicitei para conhecer o livro de estreia do autor e só posso dizer que foi uma grata surpresa. Que tal conferir minhas impressões de leitura?

Resenha #207: Romance Tóxico


Título: Romance Tóxico
AutoraHeather Demetrios
Editora: Seguinte
Nº de Páginas: 414
Uma história contemporânea, comovente e incrivelmente honesta sobre como encontrar forças para se libertar de relacionamentos tóxicos.
Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente. Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto — controlador e perigoso —, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? A resenha de hoje é sobre um livro que li no fim do ano passado, que possui uma temática super atual, que precisa ser trazida a tona e debatida.Vamos conversar sobre Romance Tóxico, da autora Heather Demetrios?

Resenha #206: Um acordo pecaminoso


Título: Um acordo pecaminoso
AutoraLisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 304 
Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Quem aí estava com saudade de resenha de Romance de Época? Não é por nada não, mas eu já estava morrendo de saudades de falar do meu gênero favorito por aqui! O livro da vez é o terceiro volume da série dos Ravenels, da autora Lisa Kleypas! Vamos falar sobre Um acordo pecaminoso?

Resenha #205: Anne Frank - A Biografia Ilustrada


Título: Anne Frank – A biografia ilustrada
AutoraSid Jacobson e Ernie Colón
Editora: Quadrinhos na Cia
Nº de Páginas: 160
Com acesso total aos arquivos da Casa de Anne Frank, em Amsterdam, Sid Jacobson e Ernie Colón realizaram esta extraordinária graphic novel. A partir de intensa pesquisa e cuidadosa contextualização histórica, os autores reconstituem a vida de Annelies Marie Frank, do seu nascimento, em junho de 1929, até sua morte precoce, em março de 1945, de tifo, no campo de concentração de Bergen-Belsen. Em julho de 1942, Anne, seu pai, Otto, sua mãe, Edith, e sua irmã mais velha, Margot, passaram a viver em um esconderijo em um prédio de Amsterdam para escapar dos nazistas que ocupavam a Holanda durante a Segunda Guerra Mundial. Lá, escreveu a maior parte do diário que se tornaria, nas décadas seguintes, o mais célebre testemunho dos horrores do holocausto.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Que eu sou apaixonada pelo Diário de Anne Frank não é novidade para ninguém né? Fui apresentada a Anne quando eu tinha onze anos e lembro-me de ler o livro ansiosa pelo final. Na época eu não sabia do fim do diário e termina-lo foi como perder uma amiga muito querida. Desde então eu procuro ler tudo que se relaciona a Anne, seu diário e o anexo. Desta forma, quando surgiu a oportunidade de ler a Biografia ilustrada não pensei duas vezes!