Resenha #223: Agora e Sempre


Título: Agora e Sempre
AutoraJudith McNaught
Editora: Bertrand Brasil
Nº de Páginas: 350
O premiado romance histórico da autora best-seller Judith McNaught com orelha assinada por Carina Rissi.
Após perder os pais em um trágico acidente, Victoria Elizabeth Seaton é enviada para a Inglaterra, onde se espera que reivindique seu lugar de direito na sociedade inglesa. Assim que chega à suntuosa propriedade de Jason Fielding, ela é vista por seu tio Charles como a mulher perfeita para o sobrinho. Assustada com a má fama do marquês de Wakefield, Tory jamais pensaria que sob a frieza e a amargura de Jason haveria lembranças de um passado doloroso a atormentá-lo. Ele, por sua vez, acredita ser incapaz de amar de verdade, quem quer que seja. Juntos, Victoria e Jason descobrirão até que ponto se pode conter um coração que quer se entregar e todos os obstáculos que só um amor verdadeiro é capaz de vencer.
 Olá pessoal, tudo bom com vocês? Quem aí estava com saudades de resenha de romance de época?! Eu não sei vocês, mas eu estava morrendo de saudades de falar desse gênero que amo tanto! E para matar essa saudade, vamos fazê-lo em grande estilo, falando de um lançamento que é também meu primeiro contato com a escrita da autora. Bora conversar um pouquinho sobre Agora e sempre, da autora Judith McNaught, lançado pela Bretrand Brasil?

Resenha #222: Vem Comigo


Título: Vem Comigo
AutoraKarma Brown
Editora: Verus
Nº de Páginas: 305
Tegan Lawson tem tudo o que poderia querer da vida, incluindo Gabe, seu marido amoroso, e um bebê a caminho. Mas um acidente deixa a vida de Tegan tão devastada como o carro do qual ela foi resgatada.
Entre a perda do bebê e a raiva incontrolável por Gabe, que estava dirigindo naquela noite, Tegan está afundando em tristeza. E, quando ela pensa que chegou ao fundo do poço, Gabe a lembra do ''pote dos desejos'', uma coleção das viagens e experiências dos sonhos do casal. E assim se inicia a aventura.
Dos tumultuados mercados da Tailândia até os sabores da Itália e as ondas do Havaí, Tegan e Gabe embarcam em uma jornada para escapar da tragédia e encontrar o perdão. Mas, quando as coisas tomam um rumo chocante no Havaí, Tegan é forçada a encarar a verdade - e a decidir se a vida ainda vale a pena, mesmo que não seja exatamente como ela sonhou. 
Comovente e cheio de amor e esperança, Vem comigo é um livro inesquecível e uma celebração da força do espírito humano.
Olá pessoal, tudo bom? Como vocês bem devem saber, eu amo um bom drama! Adoro livros que despertam emoção e que me levam às lágrimas. Se for um livro que me surpreenda, melhor ainda! Recentemente me propus a ler Vem comigo da Karma Brown, que foi uma grata surpresa, se encaixando exatamente no que disse acima. Que tal saber um pouquinho mais sobre ele?

Resenha #221: O sal das lágrimas


Título: O sal das lágrimas
AutoraRuta Sepetys
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 320
Inverno de 1945, Segunda Guerra Mundial.
Quatro refugiados, quatro histórias.
Joana, Emilia, Florian, Alfred. Cada um de um país diferente. Cada um caçado e assombrado pela tragédia, pelas mentiras e pela guerra. Enquanto milhares fogem do avanço do exército soviético na costa da Prússia, os caminhos desses quatro jovens se cruzam pouco antes de embarcarem em um navio que promete segurança e liberdade. Mas nem sempre as promessas podem ser cumpridas...
Profundamente comovente, O Sal das Lágrimas se baseia em um acontecimento real. O navio alemão Wilhelm Gustloff foi afundado pelos russos no início de 1945, tirando a vida de mais de 9 mil refugiados civis, entre eles milhares de crianças. É o pior desastre marítimo da história, com seis vezes mais mortos que o Titanic. 
Ruta Sepetys, a premiada autora de A Vida em Tons de Cinza, reconta brilhantemente essa passagem por meio de personagens complexos e inesquecíveis.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Há muito tempo eu li um romance histórico, que se passava na segunda guerra mundial, com foco em uma lituana. Foi uma história que me emocionou muito e desde então eu sabia que leria qualquer livro da autora que fosse lançado no Brasil. Recentemente, fiquei sabendo que a Arqueiro lançaria um novo livro de Ruta Sepetys. Mais que depressa corri para lê-lo e hoje venho conversar um pouquinho com vocês sobre minha experiência de leitura com O sal das lágrimas. Que tal conferir?

Resenha #220: Procura-se um novo amor


Título: Procura-se um novo amor
AutoraDebbie Macomber
Editora: Harlequin
Nº de Páginas: 384
Quando Nichole descobre que seu marido, Jake, a traiu, sua vida perfeita é abalada. Enquanto se desdobra entre o filho, o novo emprego e o trabalho voluntário, Nichole conhece Rocco, que é o oposto de Jake em quase todos os aspetos. Apesar de ser grosseiro, Rocco se mostrou um pai dedicado e amigo atencioso. Mas, assim que sua relação começa a amadurecer, Jake coloca tudo em risco — inclusive a felicidade de seu filho Owen — ao tentar reconquistá-la. Nichole precisa, então, reunir a coragem necessária para seguir seu coração, apesar das consequências.
Durante décadas, Leanne ignorou as traições de seu marido, mas é incentivada pela atitude de Nichole diante da mesma situação. Enquanto dá aulas voluntárias de inglês, Leanne conheceu Nikolai, um charmoso padeiro ucraniano, ao qual Leanne tenta resistir para evitar as dores de cabeça de um romance. Até que uma tragédia inesperada a faz questionar suas escolhas.
Um romance inspirador sobre amizade, esperança e recomeços, Procura-se Um Novo Amor, é um atestado da força que toda mulher tem para trilhar o próprio caminho, acreditar no amor e ser feliz.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Recentemente recebi um livro da Harlequin, sobre o qual não sabia nada. Conhecia a autora de outras histórias, inclusive resenhadas aqui no blog, mas sobre esta em específico eu não tinha nenhuma informação. Peguei o livro sem expectativas e acabei me deparando com uma história incrível, que ganhou meu coração! Bora conversar um pouquinho sobre Procura-se um novo amor, da autora Debbie Macomber?

Resenha #219: A caça


Título: A caça
AutoraM. A. Bennett
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 240
O ano letivo começou e Greer ­MacDonald está se esforçando ao máximo para se adaptar ao colégio interno onde ela entrou como bolsista. O problema é que a STAGS, além de ser a escola mais antiga e tradicional da Inglaterra, é repleta de alunos ricos e privilegiados – tudo o que Greer não é.
Para sua grande surpresa, um dia Greer recebe um cartão misterioso com apenas três palavras: “caça tiro pesca”. Trata-se de um convite para passar o feriado na propriedade de Henry de Warlencourt, o garoto mais bonito e popular do colégio... e líder dos medievais, o grupo de alunos que dita as regras.
Greer se junta ao clã de Henry e a outros colegas escolhidos para o evento, mas esse conto de fadas não vai terminar da maneira que ela imagina. À medida que os três esportes se tornam mais sombrios e estranhos, Greer se dá conta de que os predadores estão à espreita... e eles querem sangue.
Que a caçada comece!
Olá pessoa, tudo bom com vocês? Após um sumiço ocasionado por uma forte gripe, estou de volta com a resenha de um livro lançado recentemente pela Editora Arqueiro! Que tal conhecer um pouco da minha experiência de leitura com A caça, escrito por M. A. Bennett?