Resenha #247: Uma Herdeira Apaixonada


Título: Uma herdeira apaixonada
AutoraLisa Kleypas
EditoraArqueiro
Nº de Páginas: 272
Embora a bela jovem viúva Phoebe, Lady Clare, nunca tenha conhecido West Ravenel, ela sabe uma coisa com certeza: ele é mau e um valentão podre. Quando estava no colégio interno, ele fez da vida de seu falecido marido uma desgraça, e ela nunca o perdoará por isso. Mas quando Phoebe participa de um casamento de família, encontra um estranho arrojado e impossivelmente charmoso, que a abala com um choque de atração de fogo e gelo. E então ele se apresenta ... como ninguém menos que West Ravenel.
West é um homem com um passado manchado. Sem perdão, sem desculpas. No entanto, a partir do momento em que conhece Phoebe, West é consumido por um desejo irresistível ... sem mencionar a amarga consciência de que uma mulher como ela está fora de seu alcance. O que West não negocia é que Phoebe não é uma dama aristocrática. Ela é filha de uma Wallflower obstinada que há muito tempo fugiu com Sebastian, lorde St. Vincent - o libertino mais diabolicamente perverso da Inglaterra.
Em pouco tempo, Phoebe começa a seduzir o homem que despertou sua natureza ardente e demonstrou um prazer inimaginável. Sua paixão avassaladora será suficiente para superar os obstáculos do passado?
Só a filha do diabo sabe ...
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje é dia de falar do quinto volume de umas das minhas séries de época favoritas da vida! Bora conversar um pouco sobre Uma herdeira apaixonada, 5º livro da série Os Ravenels, da autora Lisa Kleypas?

Resenha #246: Sessão da meia-noite com Rayne e Delilah


Título: Sessão da meia-noite com Rayne e Delilah
AutorJeff Zentner
EditoraSeguinte
Nº de Páginas: 408
Toda sexta-feira, as melhores amigas Josie e Delia se transformam em Rayne Ravenscroft e Delilah Darkwood, apresentadoras de um programa de terror exibido em um canal da TV local. Com o final do ensino médio se aproximando, Josie precisa decidir se vai mudar de cidade para estudar em uma universidade grande e ir atrás de seu sonho de seguir carreira na televisão — mas isso significaria ficar longe de sua melhor amiga… Enquanto isso, Delia sonha que seu pai, um fã de filmes de terror que abandonou a família anos atrás, assista ao programa delas na TV e retome o contato.
Em um fim de semana, as duas resolvem fazer uma viagem para a Flórida, onde vai acontecer a ShiverCon, a maior convenção do universo do terror e o lugar perfeito para conseguir um contrato com uma grande emissora. Mas pode ser que um jovem lutador de MMA, um produtor de televisão excêntrico e um basset hound idoso acabem transformando a vida dessas melhores amigas de uma maneira inesperada.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Se você acompanha o Entre Livros e Personagens sabe que tem um autor de YA que entrou recentemente para o meu coração: Jeff Zentner! Desde que li Dias de Despedida, não posso ver um lançamento do autor que já corro para ler. Com Sessão da meia-noite com Rayne e Delilah não foi difente! Que tal conferir minhas impressões de leitura?

Resenha #245: Prólogo, Ato e Epílogo


Título: Prólogo, Ato e Epílogo
AutoraFernanda Montenegro; Marta Góes
EditoraCompanhia das Letras
Nº de Páginas: 392

Em Prólogo, ato, epílogo, Fernanda Montenegro narra suas memórias numa prosa afetiva, cheia de inteligência e sensibilidade. Conhecemos a saga de seus antepassados lavradores portugueses, do lado paterno, e pastores sardos, do lado materno. Lidas hoje, são histórias que podem "parecer um folhetim. Ou uma tragédia" ― gêneros que a atriz domina com maestria.
Na turma de jovens que circulavam pela rádio estava Fernando Torres, que ela reencontrou nos ensaios da peça Alegres canções na montanha, quando começaram a namorar. Fernando largou a Panair, Fernanda largou a Berlitz, e o casal se entregou de corpo e alma à arte, paixão de uma vida. Constituíram uma família e realizaram juntos um sem-número de peças, ao lado dos principais nomes do teatro brasileiro.
Em páginas de grande emoção, ela relembra os desafios de criar os filhos sobrevivendo como artistas; a busca permanente pela qualidade; a persistência combativa durante os anos de chumbo; a capacidade de constante reinvenção; o padecimento de Fernando; o inesperado sucesso internacional nos anos 1990; a crença na terra que acolheu seus antepassados imigrantes e a devoção por esse país.
Fernanda encarna o melhor do Brasil. Não surpreende que alguém que passou a vida memorizando textos tenha desenvolvido notável capacidade de rememorar com sutileza fatos ocorridos décadas atrás. A atriz que há anos encanta multidões em palcos e telas pelo mundo agora se mostra uma contadora de histórias de mão-cheia.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Se você acompanha o Entre Livros e Personagens sabe que no ano passado um livro entrou para minha lista de desejados assim que foi anunciado pela editora. Aguardei ansiosamente por seu lançamento e quando ele chegou a minha casa passou na frente da pilha de leitura. Como não podia ser diferente, hoje venho contar para vocês um pouquinho sobre Prólogo, ato e Epílogo. Que tal conferir minhas impressões de leitura?

Resenha #244: Mulheres e Ficção


Título: Mulheres e Ficção
AutoraVirgínia Woolf
EditoraCompanhia das Letras
Nº de Páginas: 104
Hoje considerada uma das maiores escritoras do século XX, Virginia Woolf foi uma grande romancista e ensaísta, bem como figura de destaque na história da literatura como feminista e modernista. Ela se preocupava em particular com a experiência das mulheres, não apenas nos romances, mas também nos ensaios. Prova disso é esta pequena coletânea que trata do papel das mulheres na ficção.
Com ensaios que versam sobre a autora Jane Austen, as personagens Jane Eyre e Catherine Earnshaw (de O morro dos ventos uivantes) e vários outros temas, Woolf explora o lugar que as mulheres ocuparam e ainda podem ocupar na literatura.
Outros ensaios aqui reunidos falam também da ficção moderna, do ponto de vista do leitor comum, das diferentes formas de se ler um livro, e de diversos temas caros a todos os interessados por literatura.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Esse ano, como vocês sabem, eu decidi sair da minha zona de conforto literária. Me aventurei por gêneros que nunca me imaginei lendo e por muitas vezes tive uma grata surpresa com o que encontrei. Seguindo a proposta de conhecer o novo, acabei me deparando com Mulheres e Ficção da Virgínia Wolf e pensei logo: “Por que não?!”. Que tal conferir minhas impressões de leitura?

Resenha #243: Tempo de Regresso


Título: Tempo de Regresso
AutoraKristin Hannah
EditoraArqueiro
Nº de Páginas: 336
Meghann Dontess é uma mulher atormentada pela tristeza e pela solidão, e não consegue lidar com a difícil decisão que tomou na adolescência e que a fez perder tudo, inclusive o amor da irmã. Advogada de sucesso, trabalhando com divórcios, ela não acredita em relacionamentos – até que conhece o único homem capaz de fazê-la mudar de ideia.
Claire Cavenaugh está apaixonada pela primeira vez na vida. Conforme seu casamento se aproxima, ela se prepara para encarar a irmã mais velha, sempre tão dura e arrogante. Reunidas após duas décadas, essas duas mulheres que pensam não ter nada em comum vão tentar se tornar algo que nunca foram: uma família.
Sensível e divertido,Tempo de Regresso fala sobre os erros que cometemos por amor e as dores e as delícias que apenas irmãs podem compartilhar.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Para começar o ano com o pé direito, resolvi falar sobre o último lançamento no Brasil de uma das minhas autoras favoritas da vida: Kristin Hannah! Tempo de Regresso foi lançado pela Editora Arqueiro no fim do ano de 2019 e furou a fila de leituras. Que tal saber um pouco mais sobre esse livro incrível?