Resenha #141:Master Freak

Título: Master Freak
AutorIapsa
Editora: Sekhmet
Nº de Páginas: 300
Página do Facebook Aqui
Após um acidente na fábrica onde trabalhava, Margot Küllon acaba sendo levada como escrava para um circo dos horrores moderno: um bordel de luxo onde todas as garotas têm alguma deformidade, e são forçadas a exibi-las no picadeiro para clientes que pagam fortunas para estar ali.
Porém, algumas esquisitices são mais estranhas que outras: uma menina com múltiplos braços capaz de controlá-los e escondê-los dentro do corpo, super-força e habilidades físicas inimagináveis... E uma garota supostamente telecinética, cujo nome e origem dos poderes todos desconhecem: a chamada Master Freak.
Forçada a ser parte do freakshow e sem entender como tudo isso é possível, Margot precisa encontrar uma maneira de desvendar estes mistérios e escapar do bordel antes que seja tarde. O que ela não sabe é que fugir do freakshow será apenas o começo de uma aventura que mudará sua vida para sempre.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje a resenha é de um livro nacional que foge totalmente da minha zona de conforto, mas que foi uma grata surpresa! Estou falando do livro Master Freak, da autora IAPSA! É o seu romance de estréia e, cá entre nós, ela já começou com o pé direito! Vamos saber um pouco sobre ele?


Margot Küllon sempre se sentiu uma aberração por causa dos dois ossos extras em suas costas. Abandonada por seus pais quando ainda era uma recém nascida, ela cresceu nas ruas, em um subúrbio.

Um incêndio ocorre na fábrica em que a mesma trabalhava e, mesmo não se recordando o que de fato aconteceu para desencadear o tal incêndio, se lembra do pânico que se alastrou entre seus colegas e de estar com as mãos cobertas de pólvora.

A mesma é levada um hospital, onde conhecemos Elysia Corellan, uma mulher misteriosa, que se mostra muito interessada na jovem. O que Margot sequer imaginava era que despertar o interesse de tal mulher mudaria sua vida para sempre.

De um segundo para outro, sinto meus joelhos irem direto para o chão. Solto uma tosse sufocada e, antes mesmo de conseguir pensar, ergo minha cabeça para ver o lugar em minha frente: uma construção grande, de pedra, mas com uma enorme tenda de lona bem no meio, atrás de um letreiro luminoso com o nome "Corellan House". E logo abaixo, em letras menores, porém, mais legíveis que o título em si, vem outra palavra: Freakshow.

Ela é levada a força para Corellan House, um verdadeiro circo dos horrores. O letreiro anuncia uma casa de shows para aberrações – Freakshow – local onde exibe e prostitui garotas com as mais inusitadas deformidades e características genéticas.

Dinheiro, dinheiro, tudo aqui parece girar em torno disso. Mas do que o mundo normal lá fora, e eu já achava que isso era impossível.

Elysia mantém dezenas de meninas no regime de escravidão e estas possuem as mais diversas características como as gêmeas siamesas, uma garota de seis braços e uma hermafrodita perfeita. Entretanto, o que realmente se destaca naquele show de horrores é Master Freak, com seu número de banho de sangue, praticado nada mais, nada menos, que por telecinésia.

Ao contrário do que Margot acredita, existe muito mais coisa por trás de Colleran House que escravidão e prostituição.

Desesperada por respostas e para se ver livre daquele inferno, Margot descobrirá coisas que mudarão completamente sua vida, nos brindando com uma história recheada de mistério, drama, ação e aventura, com uma pitada de romance para nos ganhar de vez. 


Como disse no início da resenha, Master Freak é uma leitura que foge totalmente da minha zona de conforto e isso ocorre em parte por ser algo totalmente diferente de tudo que já li.

Iapsa soube criar uma história diferente, intrigante e envolvente, onde nos apegamos facilmente aos personagens e enredos, nos chocando e surpreendendo ao decorrer da trama.

Como dito acima, é uma história que nos brinda com mistério, drama, ação, aventura, um pouco de ficção científica e um romance em segundo plano que só deixa a história mais interessante.

A criação do Freakshow foi uma jogada de mestre, onde vemos algo totalmente diferente, que nos prende, devido ao seu mistério, e nos causa repulsa por sabermos parte do que ocorre por ali. É ali, em algumas partes, que encontramos o que há de mais podre nos ser humano. A crítica feita através dessas características é fantásticas e só por aí Iapsa já tinha me ganhado com seu livro.

Os personagens são muito bem desenvolvidos, cada um com suas qualidades e defeitos expostos, o que os deixa com um tom verossímil. Nenhum personagem é jogado na trama por acaso e isso é algo que me agradou muito. Todos os elementos, todo o desenvolvimento é necessário para chegar ao desfecho, sem capítulos de enrolação ou momentos com a mesma função.

Falando em enredo, em alguns momentos pensei que teria algo bem parecido com X man, mas acabei me surpreendendo e vendo que não era nada daquilo, o que só me deixou ainda mais presa a trama, para saber como de fato tudo aquilo iria terminar.

Se lembra quando falei que não existia nada desnecessário na trama? Pois bem, voltemos a esse ponto, destacando algo que gostei muito. A história possui várias revelações e momentos de tensão em todo seu desenvolvimento, mas estes não ocorrem só no final. A autora distribuiu por toda trama as reviravoltas do enredo, deixando o livro dinâmico em sua totalidade. Adorei me deparar com uma obra que não era igual a uma novela das oito, onde tudo ocorre só nos últimos capítulos. Aqui, em Master Freak, é “tiro atrás de tiro” e isso é simplesmente fantástico. Quando eu achava que não tinha mais como me surpreender, vinha outra reviravolta e eu ficava ainda mais presa a trama. 

O final é muito bem amarrado, sem pontas soltas. Gostei da mensagem de esperança que a autora deixa, mesmo após todos os acontecimentos e podridão que vemos ao decorrer da trama.

O exemplar é muito bem trabalhado, com uma ótima revisão, folhas amarelas e letras confortáveis. Não o mostrei por dentro porque, devido a motivos pessoais, a autora optou pelo fim antecipado do contrato com a editora. Mas, se você se interessou por esta obra, saiba que Iapsa tem planos maravilhosos para este livro, que serão colocados em prática em breve.

Este é mais um livro nacional repletos de qualidade, que nos enche de orgulho dos autores super talentosos que temos por aqui!

Enfim! Acho que conseguir passar um pouco do que senti lendo este livro, que me chocou, surpreendeu, prendeu, conquistou e que sei que fará o mesmo com vocês também, motivo pelo qual o recomendo neste momento.

Espero que se deixem surpreender e envolver com Master Freak, assim como eu. Vai por mim, vocês não vão se arrepender. 


16 comentários:

  1. Particularmente já me surpreendi em conhecer o livro através de sua resenha, me lembrou muito American Terror Story, que eu amo.
    Sendo um livro nacional me surpreende outras vez, hoje são poucos os autores que trazem inovação de gênero e enredo.
    Adorei a dica e espero poder ler Master Freak.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Não conhecia este livro, mas agora já quero lê-lo. Sua resenha me fisgou e me ganhou. O enredo do livro parece maravilhoso. E a trama envolvendo a protagonista é incrível. Vou procurar pela obra no Skoob e adicioná-lo à lista de leituras.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Gente do Céu, que livro é esse!!!
    Ainda não conhecia nem a obra nem o autor, mas, estou aqui totalmente fascinada pela história do livro! Pelos seus comentários parece ser exatamente o tipo de livro que curto, então, espero poder ter a oportunidade de ler brevemente...
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Pensa numa pessoa aqui que está chocada com essa resenha?

    Pois é!

    Num primeiro momento eu diria que esse livro não é o meu tipo, mas conforme eu ia lendo a sua resenha uma certa curiosidade foi me consumindo e agora eu não sei mais se é o meu tipo ou não! hahaha

    Anotei a sua dica e espero poder conferir em breve essa obra.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pollyana! Que resenha linda e que fotos incríveis!Ainda não conhecia o livro e adorei saber que se trata de um nacional. Apesar de não ler muito deste gênero, percebi o "quê" de diferente que o livro tem! E que bom que a leitura te ganhou!
    Voltarei para ler mais.

    BJs

    ResponderExcluir
  6. Helloo, tudo numa nice?!
    As vezes gosto de fugir da minha zona de conforto e ler coisas diferentes. E apesar de eu achar que esse livro é uma fantasia, definitivamente tem uma pegada fantástica bem diferente das leituras que estou habituada. Acho que ficaria desconfortável com algumas cenas da leitura, mas definitivamente conferiria. Parece um livro muito bom é bem construído. Adoro ser surpreendida. E gosto sobretudo quando o livro é bem intenso.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  7. Que resenha maravilhosa! Suas fotos ficaram lindíssimas. É a primeira que leio sobre esse livro e já fiquei suuuper interessada na leitura! Amei a premissa demais, me lembrou Circo Mecânico Tresalti, um livro que gostei muito.
    Super beijo!!

    ResponderExcluir
  8. Oi. Tudo bem?
    Eu adoro conhecer autores que estão em estréia na literatura. É a primeira vez que ouço falar desse livro, mas achei a história bem curiosa. Já fiquei interessado no livro por causa da capa. Eu achei ela bem bonita. Eu não sou muito fã de histórias que passam em circo, mas gostei da premissa e fiquei interessado em conhecer a história mais de perto. Adorei a resenha. E sucesso para o autor.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Também fico super orgulhosa quando leio um livro nacional com essa qualidade!!! tem tanto autor bom no nosso pais, só falta mas divulgação. Amei a resenha e suas fotos ficaram incríveis.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Que capa maravilhosa! Eu amei todas as fotos que você tirou, contribuiram para o meu interesse, eu to apaixonada! Esse também não é um genero no qual leio com frequencia mas sua resenha foi tão delicada que fiquei querendo mais.

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Achei a capa lindíssima e realmente o tema é bem diferente do que eu estou acostumada a ler, achei incrível todos os pontos positivos que você citou. Espero poder conferir em breve!

    ResponderExcluir
  12. Oii, não conhecia a obra mas sua resenha me convenceu a dar uma chance a mais esse talento nacional. Não costumo ler o gênero, mas ser uma trama envolvente e com mistérios já é um bom começo rs Dica anotada. Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Vou começar falando que sua resenha está maravilhosa, você entregou uma opinião completa e interessante sem entregar NADA da história o que só aguçou minha curiosidade, meus parabéns de verdade. Enfim, gostei bastante da premissa e da sua opinião, então vou adicionar a lista para 2018 e espero gostar como você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas já quero! Achei essa premissa incrível e se só a premissa me deixou animada, quem dirá i livro. Apesar de ter essa parte tensa na história, eu acredito que esse livro conseguirá prender minha atenção, pois fiquei bem intrigada para saber o que se passa nesse freakshow.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Gostei bastante da proposta do livro. Não imaginaria uma protagonista com essas características seguir por esse rumo estilo circo dos horrores, mas gostei das suas ressalvas a respeito da obra.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. Oi Polly, tudo bem?
    Não conhecia esse título, mas já me encantei por ele de cara, pois achei a capa fascinante. Fiquei muito contente por você ter gostado da leitura e por saber que é uma leitura que foge da sua zona de conforto. Estou tentando ler livros assim, que fogem do normal e costumeiro.
    Sua resenha e fotos estão incríveis e vou anotar a dica.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir