Resenha #160: Um sedutor sem coração


Título: Um sedutor sem coração
AutoraLisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 320

Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas.
A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon.
Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar.
Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?
Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje é dia de resenha aqui no blog e o livro da vez é o primeiro de uma nova série de uma de minhas autoras favoritas do gênero! Vamos conversar um pouco sobre Um sedutor sem coração, o primeiro livro da série “Os Ravenels”?


Por pura má sorte, Devon Herdara um título justo no momento em que uma onde de industrialização varria as tradições aristocráticas e os modos de vida da elite.

Neste primeiro livro conheceremos a história de Davon Ravenel, um libertino que ama sua vida sem responsabilidades. Não há nada que ele deseja além daquilo que já tem, entretanto, ele acaba recebendo um título que mudará seu futuro. Após o falecimento de seu primo, ele acaba herdando um condado repleto de dívidas e um título pelo qual nunca almejou. Além disto, este ainda herda a obrigação de cuidar das irmãs do falecido conde e de sua viúva, que ainda se encontram naquela propriedade.


A intenção de Davon é vender tudo e se livrar daquela obrigação, mas seu primeiro contato com Kathleen acaba mudando o rumo das coisas.
Devon se interrompeu quando enfim viu o rosto dela. E se pegou encarando um par de olhos cor de âmbar, que se erguiam de leve nos cantos, como os de um gato. Por um momento, ele não conseguiu respirar nem pensar, pois todos os seus sentidos se esforçavam para absorver a visão da mulher à sua frente. Nunca vira nada como ela.
A viúva do primo é jovem, dona de grande inteligência e personalidade e extremamente determinada.
Ambos começam a se sentir atraídos um pelo outro, mas Kathleen sabe que não deve se aproximar de Devon, já que ele provavelmente é o homem mais perigoso que já conheceu.

Devon, por outro lado, mesmo nunca tendo desejado constituir uma família, devido ao seu passado, começa a se ver cada vez mais envolvido com aquela mulher. Será que o desejo falará mais alto que a intenção dos dois? Kathleen conseguiria desafiar seu bom senso e entregar seu coração ao homem que poderia facilmente partí-lo?
As vezes é preciso amar algo antes que ele se torne digno de amor.


Vocês não sabem como eu estava com saudades de ler algo da Lisa Kleypas! Amo demais os livros da autora, sua escrita fluida e claro, sua capacidade de criar enredos incríveis que nos prendem e só nos deixam largar seus livros quando estes chegam ao fim.

Com este não foi diferente! Aqui Lisa nos brinda com a história de um devasso que acaba herdando um título que nunca almejou e responsabilidades que nunca quis. Devon é o tipo de personagem que tem um passado familiar marcado pelo casamento sem amor e respeito dos pais. Ele e seu irmão West vivem em meio a jogatinas, bebedeiras e mulheres e são obrigados a mudar de vida de uma hora para outra, devido aquele titulo. Ambos são personagens muito bem construídos, que nos encantam e fazem com que torçamos por eles.

Para falar a verdade, não entendi o ‘sem coração’ direcionado a Devon, já que o que ficou provado nessas páginas é justamente o contrário. Apesar da fachada de ‘não me importo com nada nem ninguém’, existe um homem disposto a lutar pelo que acredita e a não fugir de suas responsabilidades, por mais difíceis que possam parecer.

Quanto a Kathleen, bem, esta sim é uma personagem complexa. Ela é filha de nobres e seus pais, a bem da verdade, nunca se importaram com ela. Na primeira oportunidade lhe mandaram para Inglaterra, começando aí seu efetivo histórico de abandono. A partir dali Kathleen foi crescendo e buscando seguir fielmente as regras, para que não fosse abandonada de novo. O resultado foi uma personagem cheia de sentimentos conflitantes. Ao mesmo tempo que ela quer seguir – e quer que as irmãs do seu falecido marido – sigam todas as regras para assim evitar a rejeição da sociedade, ela quer ser livre para montar da forma mais confortável e tomar outras atitudes que não seriam bem aceitas e, por isso, ao ver de muitos leitores, ela foi uma personagem contraditória e acabaram não gostando dela.

Apesar de achar a personagem realmente contraditória em alguns pontos e ter vontade de dar umas sacudidas nela em outros, eu acabei gostando de Kathleen. Não é a minha favorita da Lisa, mas também não é tão detestável como todos estão falando. É apenas uma mulher dividida entre o que quer ser e o que querem que seja.

Kathleen e Devon como casal funcionam muito bem! A química entre os dois é inegável e a forma como eles se provocam, mas acabam cuidando um do outro é simplesmente fantástica. A autora acertou em cheio na relação entre eles e isso é simplesmente incrível!

Quanto aos personagens secundários, eles também são ótimos, com destaque ao West, irmão do Devon! Esse sim é um devasso que se tornou ‘homem de família’! haha Apesar de não ter sido a vida que escolheu para si, ele abre mão das farras e libertinagens para dar apoio integral ao irmão! Já quero um livro só dele!

Outro ponto que adorei nesse livro é a introdução do romance do próximo volume entre Helen – irmã do ex marido de Kathleen – e Rhys, amigo de Devon. As coisas começaram meio conturbada entre os dois, o que dá a impressão de que o próximo livro vai ser incrível!

Enfim! Este é um romance de época divertido, apaixonante e tocante, que tem sim alguns problemas mas, no geral, é uma excelente pedida, com um enredo super envolvente daqueles que a Lisa Kleypas sabe desenvolver com maestria e, por isso, recomendo a todos vocês!

Me contem aí nos comentários o que acharam, ok? Beijos e até o próximo post!

15 comentários:

  1. Bom, realmente acho que nunca vi a questão de dois personagens terem esta coisa de dinheiro, pelo que me lembro, geralmente sempre um é pobre e aí rola o clima e tudo o mais, mas é minha próxima leitura e eu acho que vou amar.

    ResponderExcluir
  2. Oi querida!

    Eu já li alguns livros da autora e esse me parece ser maravilhoso, porém, recentemente estou passando bem longe de Romances de Época. Essa história me deixou encantada e assim que eu voltar a ler Romances, tenho certeza que esse será a minha leitura. A historia é muito bem desenvolvida e pelo que vi os personagens são muito bem construídos.

    P.s amei as fotos, ficaram lindas e me deu uma noção de como é o livro por dentro...

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  3. Amo ler resenha de um livro que eu já tenho!kkkkkkkk... Porque assim não fico surtando, desejando sair correndo atrás do livro. Tenho namorado essa história na minha estante há alguns dias (comprei semana passada) e penso que acabará sendo uma das minhas próximas leituras. :D

    Apesar de só ter lido dois livros da autora (vários outros estão aguardando o momento certo.rs), já estou acostumada com seus personagens, sobretudo as mocinhas. Elas geralmente fogem daquele padrão ao qual nos habituamos e gosto disso. Prefiro que não sejam perfeitas, que sejam humanas. Penso que aceitarei numa boa a personalidade da mocinha de Um Sedutor sem Coração. Assim espero.rs

    ResponderExcluir
  4. Por favor, um minuto de celebração para esta capa maravilhosa que é capaz de atrair leitores para este livro mesmo que não gostem do gênero. Não é o meu caso, pois adoro romances de época, adoro esta autora e este livro já esta na minha lista de leituras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. É a segunda vez no dia que leio uma resenha sobre essa obra. O que me deixou ainda com mais vontade de lê-la. Jamais li nada dessa autora, apesar dos elogios feitos a ela e apesar de eu adorar romances de época. Quem sabe eu não leia essa obra e me apaixone pelo estilo de escrita da autora, quem sabe!

    ResponderExcluir
  6. Amo Lisa e obviamente vou embarcar nessa!
    Adorei a resenha e a dica obviamente está mais que anotada!!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tudo bom?
    Primeiro: que fotos lindas e delicadas, parabéns!
    Eu estou louca para iniciar essa série, já estou com o primeiro livro na estante. Eu amo os livros da Lisa! ♥
    Adorei o que você falou da personagem, hahaha, espero que eu não a ache chata e só queira dar uma sacudidas nela também,rs.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Oiii,

    Também adoro a escrita da Lisa, e estou super curiosa para conferir está história e saber em quem ponto eles irão se apaixonar e como Ketlheen vai resolver seus conflitos, mas vou ler com um pé atrás por causa das contradições da personagem e a vontade de sacolejar ela kkkk.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu também adoro a escrita da Lisa Kleypas, que é mesmo fluida. Terminei recentemente a série As quatro estações do amor e fiquei completamente apaixonada.
    Felizmente, já estou com esse livro em casa, pois sua resenha me deixou com muita vontade de ler. Além da capa ser maravilhosa, adorei a descrição dos personagens, especialmente do Devon, e acho que vou adorar vê-los se provocando, mas também se apaixonando.
    Adorei sua resenha e as fotos, que estão maravilhosas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, ótima a sua resenha. Eu comprei esse livro e meu exemplar chegou semana passada. Gosto muito de romances de época, especialmente dos da Lisa, e pelo perfil dos personagens e a premissa apresentados na resenha, acho que vou amar essa leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Sou apaixonada pela Lisa, na verdade, por romances de época. Apesar de não ter terminada a primeira série dela, lançada aqui no Brasil, eu li as outras e amei. Recebi esse e ainda nao li, estou chegando nele! Adorei a sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá :)
    Fui comprada pela capa desse livro, então assim que ele foi lançado comecei a leitura. Me envolvi bastante com a trama, fui arrebatada pelo casal protagonista e adorei a forma como a história foi contada.
    Já estou mais do que ansiosa pelos próximos volumes das série.
    Sua resenha foi muito apaixonada.

    Beijocas,
    Barb.
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oiii tudo bem??

    Li outra resenha sobre esse livro, e vocês acabaram abordando pontos diferentes da história, o que achei bem legal.
    Enquanto na primeira resenha que li o livro não me chamou atenção, nessa acabei me interessando bastante, nunca li nada da autora, espero mudar isso em breve.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Eu não tenho mais tanta vontade de ler livros de época pelo motivo de simplesmente serem muuuuito parecidos uns com os outros... passo a dica por enquanto 😊

    ResponderExcluir
  15. Olá Pollyana, tudo bem?

    Eu cansei de dizer em inúmeras resenhas de romances de época que acho que esse gênero não foi feito para mim. Tentei por muitas vezes ler os romances da Lisa Kleypas e da Julia Quinn, mas não vai, não desce. Sei que é o gênero favorito da vez, mas infelizmente eu passo.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir