Resenha #218: A carta secreta


Título: A carta secreta
AutoraLucinda Riley
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 480
Quando sir James Harrison, um dos maiores atores de sua geração, morre aos 95 anos, deixa para trás não apenas uma família arrasada, mas também um segredo que seria capaz de abalar o governo britânico.
Joanna Haslam, uma jovem e ambiciosa jornalista, é designada para cobrir o funeral, no qual estão presentes algumas das maiores celebridades do mundo. Mas ela se depara com algo sombrio além de todo aquele glamour: a menção a uma carta que James Harrison deixou, cujo conteúdo algumas pessoas escondem há setenta anos a qualquer custo.
Enquanto procura retirar o véu de mentiras que encobre o segredo e dar o furo jornalístico do século, Joanna percebe que forças poderosas tentam impedi-la de descobrir a verdade. E elas não vão se deixar deter por nada para chegar à carta antes dela.
Neste livro, Lucinda Riley apresenta um suspense surpreendente, sem deixar de lado o romance e a minuciosa reconstituição histórica que sempre encantam seus leitores.
Olá pessoal, tudo bom com vocês? Recentemente a Editora Arqueiro lançou um novo livro de Lucinda Riley. Como já havia lido alguns livros dela e amado, solicitei este livro sem nem pensar (e ler a sinopse rs)! Bora saber como foi minha experiência de leitura – e as surpresas que tive – com A carta secreta?
 Confesso que comecei o livro achando que era um romance. Isto, claro, foi uma expectativa criada erroneamente por mim, já que se trata de um suspense, que sim, tem seu romance, mas este não é o foco da narrativa, e a sinopse deixa isso claro. O problema é que não li a sinopse! Rs

Sendo assim, comecei a leitura “no escuro”. Logo na nota da autora já fiquei curiosa. Lucinda nos conta que já com vários livros publicados, ela teve vontade de tentar algo novo e resolveu escrever um Thriller envolvendo uma família real britânica fictícia.  

No entanto, nos anos 2000, estava havendo uma comemoração em homenagem a rainha-mãe e o livro acabou sendo mal visto e os eventos e lançamentos foram todos cancelados sem explicação alguma. Só por aí já fiquei super curiosa! Eu, como a boa curiosa que sou, já pensei: “Bem, se desagradou a realeza, alguma coisa interessante tem!” e não estava errada no fim das contas.
Neste livro conheceremos a história de Joanna Haslam, uma repórter que sonha em ser respeitada em seu meio profissional, fazer a diferença. No entanto, está ganhando a vida fazendo matérias sensacionalistas. Certo dia ela vai cobrir o velório de Sir James Harrison, um dos maiores atores de sua geração que faleceu com 95 anos. Enquanto cobria o “evento”, seu destino acaba se cruzando com o de uma senhora misteriosa, que vai virar sua vida de cabeça para baixo.

A mulher acaba jogando um enigma em suas mãos e tudo só fica ainda mais confuso quando a mesma morre de uma forma no mínimo estranha.

Devido a este segredo escondido há mais de 70 anos, Joanna se vê enredada em uma série de fatos sombrios que acaba ligando sua vida a de Marcus e Zoe, netos de Sir James.

Disposta a desvendar todo aquele segredo e ter o furo de reportagem de sua vida, Joanna vai se jogar naquela história de cabeça, sem sequer imaginar tudo o que a mesma esconde e todo o perigo que remexer aquela história pode trazer.

Joanna terá que se esquivar de pessoas poderosas se quiser saber da verdade e nós, leitores, a acompanharemos nessa verdadeira corrida contra o tempo.
Esta foi uma leitura no mínimo interessante. Quando nos acostumamos a ver uma escritora em um determinado gênero, acabamos tomando um certo choque ao vê-la se enveredar em novos caminhos.

Não me entenda mal, o estilo de Lucinda – amado pelos fãs – de alternar passado e presente e fazer com que segredos pretéritos interfiram na vida dos personagens anos após está ali – inclusive é base do livro – no entanto, geralmente vemos isso em meio a muito romance. Neste livro, no entanto, o mistério e os segredos são maiores e mais presentes que qualquer outro elemento.

Outra característica que já é comum nos livros da autora é a quantidade de personagens inseridos na trama, sempre com alguma importância. Neste livro não é diferente, no entanto, por ser um mistério, confesso que fiquei um pouco confusa  com os vários personagens que vão surgindo no início.

Superado o choque inicial (em relação ao gênero) e a confusão em relação aos personagens, após alguns capítulos a leitura começou a fluir e me deixar intrigada em relação a esse mistério que era literalmente um segredo de Estado que acabava por custar a vida das pessoas.

Eu adoro uma teoria da conspiração – nos livros, claro – então acabei sendo presa sim pelo enredo, mas entendo algumas pessoas que tiveram problemas em relação ao ritmo.

Neste suspense as coisas vão sendo contadas bem devagar, vez que temos quatro perspectivas sendo mostradas alternadamente e nem todos estes personagens estão totalmente envolvidos no mistério abordado.

Achei o enredo muito interessante, curti muito seu desenvolvimento, seu desfecho inteligente e bem construído. Nem tudo o que parece é e a autora vai aos poucos surpreendendo, deixando-nos ainda mais curiosos.

Em alguns momentos é possível sentir a desnecessidade de alguns diálogos ou a extensão desnecessária da trama, mas são poucos esses momentos e eles não atrapalham em praticamente nada na experiência de leitura.

Não foi o melhor livro do gênero, nem da autora, no entanto, é uma trama que prende sim a atenção do leitor, de uma maneira despretensiosa, que nos rende boas horas de leitura.

Não espere nenhuma obra prima, e sim uma história inteligente, bem escrita e capaz de surpreender em seu final. Sabe aqueles filmes com bastante ação que costumamos ver a noite nos canais abertos? É este o estilo desta história: nada excepcional, mas um ótimo entretenimento.

Todos nós precisamos de histórias assim de vez em quando, não é mesmo? Sendo assim, recomendo A carta secreta a todos vocês! Conheça uma nova faceta de Lucinda Riley e tenha uma boa leitura em mãos.

Espero que tenham gostado da resenha de hoje! Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!

10 comentários:

  1. Sou apaixonada pelos livros da Lucinda!!! E saber que esse envolve mistério me deixou bem ansiosa.
    Dos livros que tenho dela nenhum tem tanto suspense assim, e pelo que notei foi uma leitura muito boa de fazer.
    Quero comprar o meu logo para evitar spoiler.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Geralmente não me interesso tanto pelos livros dessa autora justamente por isso que você falou, muitos personagens com determinada importância na história, o que pode gerar em mim certa dificuldade em me conectar com eles de fato. E acho que ás vezes são histórias longas demais, que poderiam ser mais enxutas. O que me interessou nesse livro foi somente esse segredo guardado há tantas décadas, e tão impactante que tanta gente quer evitar que ele seja revelado. Mas agradeço a resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!
    Pela capa mesmo a gente acha que vai ser um romance bem água com açúcar. Interessante a autora mudar um pouco de gênero... Não leria por agora, mas também não descarto a possibilidade.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da autora, mas fiquei muito interessada nessa obra. Adoro quando tem isso de intercalar presente e passado. Gostei muito da resenha, acho que vai ser uma leitura que eu vou adorar!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Ainda não conheço a escrita da autora, mas não vejo a hora de mudar isso. Fiquei bem instigada a ler o livro e descobrir mais detalhes dessa tal mulher, seu enigma e sua estranha morte. Ainda que com suas ressalvas sobre o começo "diferente" e não ser o melhor livro da Lucinda eu quero ler.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ouço muito falar de Lucinda, mas ainda não li nada dela, a trama parece interessante essa mistura de mistério e suspense, vou anotar a dica quem sabe começo por este livro. Parabéns pela sua sinceridade em relação ao livro, pois foi aí que fiquei curiosa sobre o enredo, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, que interessante saber que a autora se aventurou a escrever uma história de um estilo um pouco diferente do que os leitores estão acostumados a ver em seus livros. Imagino como deve ter sido chocante essa mudança para alguns leitores, mas pela sua resenha, eu fiquei curiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  8. Adorei sua resenha e sinceridade ao falar do livro, vou terminar hoje o que estou lendo e amanhã já começo esse. A premissa dele me agrada bastante, espero gostar da leitura, estou ansiosa

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Entendo perfeitamente quando os autores começam a alongar demais algumas partes de seus livros e como isso cansa um pouco a leitura. Acho que foi uma mudança radical não apenas para os leitores, mas para a própria autora mudar o gênero a ser escrito (eu também pensei que seria um romance quando li o nome e a autoria do livro rs), então talvez ela devesse praticar mais para aprimorar em obras futuras (espero que sim e que dê certo!).
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Não conhecia a autora, não que eu me lembre na verdade. Mas agora eis minha questão: O que incomodou tanto a realeza nesse livro para não ter sido publicado na época do aniversário da rainha??
    Eu fiquei curiosa acerca do enredo da história e como o mesmo se constrói, pois parece algo bastante intrigante e que de certa forma nos prende.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir